segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

PRA COMEÇAR A SEMANA

Neste fim de ano, o que aconteceu com o campeoníssimo Michael Schumacher só confirma que 'ninguém é nada, mesmo'! Depois de voar nas pistas quase perde a vida esquiando. ( Portanto, você aí, que pensa ter o rei na barriga, cuidado!)

sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

CHIFRE EM CAVALO

Você já viu cabeça do bacalhau? E uma mãe que morreu por causa de um chinelo virado? Presidiário admitir um crime, então, nunca se viu. E alguém votar por ideologia programática, conhece? Mas tem duas coisas que podem ser consideradas hors concours: um síndico não ser chamado de ladrão e uma população satisfeita com seus políticos só pelo que fazem em prol das cidades, dos estados e do país.

PROBLEMAS NA CABEÇA

Como já é tradição, a presidente Dilma Rousseff embarcou para a Base Naval de Aratu, em Salvador, onde vai passar o réveillon. Levou a filha e o neto e, certamente, muitas preocupações na cabeça. Uma delas é a reforma ministerial que pretende fazer objetivando contemplar aliados e, claro, fortalecer o PT, seu partido. E, mais claro ainda, os palanques para vencer as eleições logo no primeiro turno. Mas existem outras aflições em rota de colisão com a nada calma 'gerentona', como as pressões do Congresso Nacional, a inflação, a alta dos juros, o estado de emergência e de alerta em decorrência das fortes chuvas, os movimentos populares ( com ou sem black blocs), o caos provocado pela Copa do Mundo nos transportes e hospitais - sem falar na ladroagem, desta vez nas ruas -, os petardos da oposição, que sempre incomodam, e os desdobramentos do Mensalão provocados pelo ministro Joaquim Barbosa e sua turma.

ADEUS, 2013!

O quase ano velho, aquele que quase se foi, vai deixar algumas boas lembranças e pode ser considerado quase perfeito. As viagens por três continentes, com todo o aprendizado, a aprovação da filha em concurso público, que lhe valeu matrícula e independência profissional, o imóvel novo do filho e a abertura de empresa jornalística são algumas das excelentes marcas de 2013. Mas como sempre têm as pedras no caminho, faltaram o reconhecimento pelo trabalho da esposa em Quissamã, com 'seu' importante programa de doação de sangue e, o mais triste, a recuperação da saúde de uma querida tia, agora, tão saudosa como o ano que quase se foi. 

PAÍS DA SACANAGEM

O Brasil é visto lá fora, além das sacanagens (na acepção da palavra, com mulheres nuas e gente se matando e drogando nas ruas), como o país da ladroagem. Dos desenhos animados aos filmes, passando por artigos de jornais e revistas, a coisa sempre descamba para este lado. Até jogos infanto-juvenis mostram que por aqui não se pode dar bobeira. No Transport, da Estrela, por exemplo, os participantes percorrem um mapa-múndi tomando cuidado para não cair no Brasil. O motivo é que o país é o único lugar onde ele pode ser roubado.

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

CAÇA-MOSQUITOS

O Brasil acabou comprando 36 caças suecos para equipar sua Força Aérea. E pagou cerca de R$ 10 bilhões pelo brinquedo que pouco ajudará em caso de confronto ou mesmo se resolverem tomar nossas duas Amazônias, a verde ou a azul. Isto porque pelo tamanho do território e pela alta tecnologia hoje ( as guerras são travadas quase de joysticks), servirão muito mais para patrulhamento. A presidente Dilma, já em campanha, bem que podia arranjar outra utilidade para os caças, mandando-os, por exemplo, destruirem Aedes aegypti - mosquito transmissor da dengue - que tanto mal causa ao País real, bem diferente daquele dos jogos eletrônicos.
 

TITICA NA CABEÇA (DO RENAN)

Políticos brasileiros não gostam de perder nada mesmo. Nem os cabelos. Carecas e com muito poder, se acostumam a fazer titica na cabeça do povo. E por falar em titica, fica a sugestão para o senador Renan Calheiros: ao invés de pegar avião da FAB para ir a Recife implantar cabelo, ele podia seguir a receita de nossas avós e passá-la na cabeça para o tratamento capilar (matéria prima não falta pois ele deve ter muitos amigos granjeiros na sua Alagoas). Se funciona não sei, mas pelo menos evitaria desperdício de dinheiro público e mais esta afronta a nossa massa cinzenta.
 

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

GAROTINHO SENADOR

O deputado Garotinho empacou nos vinte e poucos por cento nas pesquisas de intenção de voto para o governo do Estado do Rio. Isso fazendo campanha há muito tempo, convenções semanais em tudo que é lugar e tendo um 'exército' de seguidores atrás. Deve estar muito preocupado, sem falar na indefinição dos outros candidatos e na possível continuidade da aliança PT-PMDB. E no imbróglio em que a Justiça costuma envolvê-lo ao se aproximarem as campanhas. Sendo assim, uma boa opção seria vê-lo disputando a única vaga para o Senado com o desafeto Sérgio Cabral. Pelo menos estaria garantida mais informação e diversão para a família.

PRA COMEÇAR A SEMANA

O TEMPO NÃO PARA. NEM A JUSTIÇA, EM TODAS AS INSTÂNCIAS, NO PERÍODO DE FESTAS. (SEM FALAR EM DEUS, NOSSO SENHOR)

sábado, 21 de dezembro de 2013

CAMBALHOTA DE FIM DE ANO

Fim de ano é bom por vários aspectos. Das comemorações entre família, até o reencontro com companheiros da antiga Niterói, se pode colocar em dia o papo despretencioso e as lembranças desse tempo. E foi o que aconteceu, hoje, ao reencontrar o ex-jogador Caio Lemos, o inesquecível Caio 'Cambalhota' que muita alegria trouxe para torcedores ou não do Flamengo. Não faltou assunto e, claro, muitas louras suadas.

PURO DESPERDÍCIO

De janeiro a setembro, antes de suspender vencimentos acima do teto, o Legislativo gastou com 2 mil servidores valor que poderia atender 54 mil pessoas por um ano no Bolsa Família, mostra a Revista Congresso em Foco. A Câmara e o Senado gastaram R$ 68,7 milhões com supersalários e os cálculos se referem a despesas que não poderiam ser pagas de acordo com ordens do Tribunal de Contas da União (TCU), idênticas a outras determinadas anos antes pelo Judiciário, mas que só passaram a ser cumpridas em outubro. Será?

RENAN, O GRANDE

Sob o ponto de vista político, nada pode ser mais repugnante, às vésperas do recesso parlamentar, do que ouvir os discursos exaltando o trabalho dos presidentes das mesas diretoras. Do senado às câmaras municipais, o que mais se ouve são elogios vindos, claro, daqueles que se locupletam das inúmeras vantagens. Como fez o vice-presidente do senado, Jorge Viana, ao se referir a Renan Calheiros na última quarta-feira. Disse o político acreano, representante do PT: 'as conquistas do País e da presidente Dilma só foram possíveis por sua causa, Renan'. Engraçado como essa turma se esquece das coisas. A amnésia parece entrar em cena e apagar de seus cérebros, por exemplo, todos os escândalos e o movimento recente - e abafado - Fora Renan!

TRATAMENTO ESPECIAL

Minha filha, que é dentista no Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia (IEDE), acaba de receber elogios, através da Ouvidoria, por sua atuação profissional. Pouca gente sabe, mas aquele hospital é referência no tratamento do Diabetes e da Obesidade Mórbida Infantil, além de atuar em diversas outras especialidades que requerem tratamento especial. E tudo isto acontece porque o  governo Sérgio Cabral realizou concurso público, onde se contratou centenas de profissionais especializados e não tem deixado faltar a logística. Sendo assim, nós que estamos acostumados a não ver as coisas funcionarem bem, principalmente, na área da Saúde, temos de vir a público parabenizar o que tem dado certo e ressaltar os elogios.

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

FINANÇAS DOS MUNICÍPIOS

Muitos políticos e administradores públicos por aí vivem falando, na maioria das vezes, o que não sabem. Que seu município é assim, é assado, fez - e vai fazer - isto e aquilo. Fulano foi/é melhor ou pior que sicrano. Mas existe uma leitura obrigatória para esta gente, a qual deveria ser analisada, inclusive, pelo simples cidadão. Trata-se do anuário "Finanças dos Municípios Fluminenses" que acaba de sair do forno. É só clicar aqui

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

CAVALO DE TROIA

Sabe o Edward Snowden, aquele ex-agente da inteligência norte-americana que, supostamente, jogou no ventilador informações ligadas à espionagem feita por seu próprio país e que, desde então, está foragido na Rússia? Pois, é, ele acaba de pedir asilo político ao Brasil e, caso consiga, se propôs a  ajudar nas investigações brasileiras sobre as ações da Agência Nacional de Segurança dos EUA (NSA). Particularmente, não acredito neste tipo de ajuda humanitária e não vejo o episódio com bons olhos por dois motivos. Primeiro, o cara encontra-se na Rússia que, tal qual os EUA, China e Israel, dispõe dos serviços secretos mais avançados - e infiltrados - do planeta e nenhum deles lhe ofereceu asilo permanente. Fico imaginando se ele não pode ser um 'Cavalo de Troia', esperto e ambicioso, dos tempos modernos? Depois, acho a concessão uma grande temeridade, uma vez que causará profundo desgaste nas relações com os americanos, agradando, apenas, novos companheiros como Cuba e Venezuela. E isto não é bom. 

domingo, 15 de dezembro de 2013

CONCURSO EM QUISSAMÃ

Notícia quente vinda de Quissamã e dedicada aos concurseiros de plantão: a licitação do concurso público para a prefeitura já está empenhada, ficando o Instituto Nacional do Concurso Público (INCP) responsável pelo processo seletivo. Seu número é o 2949/2013 e a previsão é que o certame, visando ao preenchimento de cargos em todos os níveis, aconteça em abril. Permanecemos na torcida para o sucesso das versões anteriores e, principalmente, que sejam aprovados os melhores. 

PRA COMEÇAR A SEMANA

Enquanto a maioria da população está nos preparativos das festas de fim de ano, a de políticos por aí só pensa em fazer campanha eleitoral. 

SAÚDE MENTAL DE CIRO

Lembra do Ciro Gomes? Aquele ex-deputado que gostava de xingar seus colegas em plenário e jornalistas quando acusado, por exemplo, de fornecer sua cota de passagens aéreas para a mãe ir a Nova Iorque? Pois é. Ele agora é secretário de Saúde do Ceará, onde o irmão é governador ( nepotismo neles) e continua o mesmo. Ou melhor: muito pior. Outro dia, durante protesto de estudantes da Universidade Estadual do Ceará (Uece), os chamou de babacas e rasgou cartazes. Mas como nada é tão ruim que não possa piorar, ele - que largou o PSB para se aliar ao recém-fundado PROS - vem sendo sondado pela presidente Dilma para ser ministro da Saúde, dentro da reforma que será feita a partir de janeiro. Embora negue, a verdade é que isto pode ser verdade e, por seu perfil temperamental, os doentes ficarão pior.

VIOLÊNCIA NA COPA

O Brasil acaba de conquistar mais um título: é o país com maior número de torcedores mortos em jogos de futebol. Se é que se pode chamar aquilo do jogo Atlético Paranaense x Vasco, em Joinville, semana passada, de torcedor. Mas a estatística ano que vem, durante a Copa, deve diminuir pois, com o escorchante valor cobrado pelos ingressos, completamente fora dos padrões nacionais, os estádios terão bem menos brasileiros. O que não significa falta de violência, já que holligans existem em todo lugar.

BRASIL SEM 'CANETINHA DE OURO'

A classe jornalística e os admiradores de um texto bem redigido ( aquele com pé e cabeça) acabam de perder um de seus maiores representantes. Faleceu, ontem, em Niterói, o jornalista e advogado, Tácito Tani, conhecido, merecidamente, como 'Canetinha de Ouro' por tudo que fez e pelos vários prêmios recebidos. Lembro-me de quando, ainda garoto, o conheci em O Fluminense, onde trabalhamos e por nossa militância no Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Rio de Janeiro, presidido por ele, aos quais sempre se dedicou com muita lucidez e fidalguia. E, claro, determinação.

sábado, 14 de dezembro de 2013

TRADUÇÃO À DILMA

A maioria dos discursos da presidente Dilma Rousseff é tão vazia e sonolenta que não seria má idéia trazer o falso tradutor-intérprete ( aquele que diz ter surtado durante a fala das autoridades exaltando Mandela) e colocá-lo ao seu lado na plateia e nos já montados palanques. Seus gestos, somados às 'sábias' palavras da presidente, trariam - além da pitadinha de comicidade - mais palmas do público, geralmente, beneficiários de programas sociais e puxa-sacos do governo e base alugada.

DÚVIDA ATROZ ( PRA ACHAR GRAÇA)

Para homenagearem Mandela, em seu funeral, cinco brasileiros 'ilustres' rumaram para a África. Dizem as más línguas que, durante o voo da alegria, Dilma achou uma nota de R$ 100 no corredor do avião e comentou o seguinte: vou jogar essa nota pela janela e fazer um brasileiro feliz. Lula completou: melhor dividir em duas de R$ 50 e fazer dois brasileiros felizes. Sarney sugeriu 5 de R$ 20 e Collor cem notas de R$ 1. Como faltava a opinião de Fernando Henrique, a presidente cobrou: "E então, Fernando, o que você sugere?". "Bem, presidente, já percebi que a vontade de todos é fazer o maior número de brasileiros felizes. Que tal saltarmos todos pela janela e fazer mais de 200 milhões de brasileiros felizes?
 

JULGAMENTO DE SADDAM HUSSEIM

Dia 30 agora, faz sete anos que Saddam morreu enforcado após ser condenado por vários crimes contra a humanidade. Mas só agora nos chegam cenas de seu último julgamento onde pede ajuda a Alá e até para ser julgado no Brasil pelo STF: (take a look)


CASSAÇÕES E ETC.

Pra quem pensa que a coisa tá feia para os políticos só nos rincões do norte-noroeste fluminense é bom saber que o ex-prefeito de Niterói, Jorge Roberto Silveira, teve suas contas de 2012 (último ano de governo) reprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado. Parecer foi emitido pelo TCE pelo descumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal e diversas outras irregularidades, constando déficits financeiros ao longo da gestão. Algo em torno de R$ 125 milhões. Prefeitos de Carapebus, Aperibé, Cambuci e Conceição de Macabu, por exemplo, agora, não estão mais sozinhos segurando uma pemba relacionada a problemas em suas administrações.

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

ZÉ LULLA DA SILVA

Podemos dizer que o Brasil é o País dos zés. Tem zé gordo, zé magro. Zé rico, zé pobre. Zé de todas as cores. Mas, nos últimos dias, a política revelou dois tipos bem estranhos: o Genoíno, que alega estar dodói e precisa ficar em casa para se tratar e o Dirceu, que quer o Estatuto do Idoso prevalecendo, já que se diz um bom velhinho. Trata-se do mesmo caso que vem assolando tantos zés por aí, isto é, da mais pura malandragem ao estilo Lulla de ser.

 

GALLO DE CASTIGO

O vereador Luiz Carlos Gallo (PROS), relator da CPI dos Transportes Coletivos em Niterói, foi colocado no maior de todos os purgatórios para ele. Foi obrigado a ler cerca de 250 páginas do relatório da Comissão, o que levou seis horas e a sessão a passar das 23 h. Além do transtorno para o vereador, acostumado à objetividade, houve debates acalorados e um princípio de tumulto nas galerias da Casa. Tomara que todo os sacrifícios valham à pena e o niteroiense tenha um transporte melhor.

PERIGO NAS CICLOFAIXAS

As ciclofaixas implantadas em Niterói vêm suscitando várias reclamações por parte de quem as usa. Apesar de serem consideradas uma forma saudável de diminuir o número insuportável de veículos transitando na cidade, não há, praticamente, nenhuma fiscalização para quem desrespeita infração prevista no Código de Trânsito Brasileiro ( artigo 193). Sem falar na falta de costume dos motoristas que, via de regra, costumam invadí-las com risco iminente de acidentes graves. Mesmo que no Brasil só se coloque tranca depois da casa arrombada, a prefeitura poderia dar o exemplo colocando fiscais de olho em quem costuma fazer das ciclofaixas uma de suas exclusivas vias de acesso.

CAI-CAI

O final de ano tem revelado quedas em vários setores no Brasil: o número de empregos com carteira assinada caiu, bem como o PIB e o satélite lançado em conjunto com a China, este país, sim, subindo nas costas de emergentes como nós. Até o Vasco e o Fluminense caíram. Mas ainda faltam caírem os índices de corrupção, os impostos, a impunidade, a criminalidade e, principalmente, a máscara e a desfaçatez de tantos políticos por aí.

MP ATROPELA SECRETÁRIO

Pra quem achava que o acidente com o bondinho de Santa Teresa, que matou seis pessoas e feriu 57 passageiros em 2011, tinha caído no esquecimento, o Ministério Público acaba de fazer o que estava no inconsciente coletivo de todos nós: responsabilizou o secretário de Transportes, Júlio Lopes, propondo ação civil pública a ele e a mais três envolvidos que serão obrigados a devolver aos cofres do Estado pouco mais de R$ 6 milhões. O MP também quer a perda da função pública, suspensão dos direitos políticos e que os bens dos acusados fiquem indisponíveis. Pra quem acha que dá pra ocupar, figurativamente, cargos públicos ligados à segurança de passageiros e, após vitimar pessoas, se safar e, até se reeleger, é bom saber que existe a Justiça, mesmo com toda sua morosidade.
 

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

RECONHECIMENTO EM QUISSAMÃ

Poderia discorrer sobre a música 'Comida', dos Titãs, mas, hoje, não vou fazê-lo por estarmos em clima de festas e momento de reconhecer tudo de bom que se passou na vida de cada um de nós. Sendo, assim, nada de hipocrisia ao se falar sobre conquistas pessoais e o abono natalino concedido a funcionários da prefeitura de Quissamã que pode ser uma delas. Incluir R$ 1.000 nos contracheques é um presente àqueles que, de uma maneira ou de outra, tocam a máquina administrativa da instituição pública. Portanto, milzinho, ou seja, 1 e 1/2 salário mínimo, é um bom começo de ano.

VIA ÚNICA

Alguns bobinhos - e bobinhas - por aí insistem com suas teses ridículas e persecutórias achando que, com isto, conseguem conter nosso ímpeto. Ledo engano. Não tem sido raro receber o apoio de políticos, entre eles deputados e senadores renomados, nos enviando cartas e até e-mails cada vez mais elogiosos à causa de combater o que está errado na política nacional. Como acaba de fazer o senador Álvaro Dias, com sua mensagem eletrônica que aproveito para reproduzir:
 
"Grato, meu caro João Direna, por colocar-me entre as exceções. Não obstante a minha PEC do voto aberto nas cassações de mandato ainda permanecer nas gavetas da Câmara, embora ali tivesse chegado bem antes da PEC do voto aberto em todas as deliberações, eu votei pela aprovação dessa PEC quando ela foi apreciada em segundo turno e hoje Ela já está em pleno vigor, tendo sido ontem a primeira votação no Congresso Nacional sob a sua égide. Refiro-me à votação de ontem de alguns dos vetos presidenciais, que já ocorreu com voto aberto. No dia da votação da PEC do voto aberto em todas as deliberações eu anunciei, através do meu Portal de Internet, a minha posição, conforme você pode ver da nota abaixo extraída da minha página, naquele dia".
 


Abraços,
Alvaro Dias

 

PRESTÍGIO NÃO TEM PREÇO

Perseguição existe em todo lugar. De Quixeramobim a Rede Record o bicho pega. Veja o que aconteceu com o deputado Wagner Montes. O canal evangélico o colocou no purgatório por não querer chegar a um acordo com um dos poderosos de lá. Algum quase deus, braço direito do bispo Edir Macedo, tirou seu programa, líder de audiência, da hora do almoço e o jogou para as sete da manhã. Isso me faz lembrar de tanta coisa... Mas não faz mal, companheiro Wagner ( com quem tive o prazer de conviver no extinto Povo na TV), você tem prestígio. E voto pra cacete.

MP CORAJOSO

Muito bom o Ministério Público Federal impedir que a prefeitura de Niterói autorize a construção de edifícios com mais de seis andares em vários bairros da cidade. Ninguém é contra o progresso, mas as pessoas não poderem mais sair, por exemplo, de casa com seus automóveis, não terem mais onde parar e conviverem com tantos outros problemas, resultado da falta de planejamento de administrações anteriores, é abusar da inteligência do niteroiense. E de nossa paciência. Parabéns aos promotores e aos bravos vereadores que pensam como a maioria da população de Niterói. Parabéns ao prefeito Rodrigo Neves, caso sancione logo essa lei e mostre a disposição de cortar o cordão umbilical com grupos poderosos.

VELOZES E FURIOSOS

A  cada dia fica mais claro que direção, álcool, balada e velocidade não combinam. Está claro que as operações do tipo Lei Seca no Brasil e no mundo dependem de uma coisa chamada responsabilidade. E isto quem é veloz e furioso não tem. A morte do ator Paul Walker não representa nada pra esta turma que vai continuar enfiando o pé no assoalho de seus carros, sejam eles Gols envenenados ou Porshes, estejam eles bêbados ou não. Mas sempre doidões por velocidade. E com muita irresponsabilidade.

BOM SENSO F. C

Bom senso deve existir em tudo na vida. Da política ao futebol. Desde se colocar em cargos públicos pessoas que podem por tudo a perder, como fazem prefeitos, por exemplo, até na hora de exigir um número menor de jogos por temporada, neste caso, os jogadores de futebol e a associação Bom Senso. Mas fica a pergunta: quanto será que vale à pena o desgaste das nomeações políticas e o muscular dos jogadores, não querendo abrir mão das vantagens e das peladinhas de fim de semana?

BARBOSA BARRADO

Dilma Rousseff levou uma grande comitiva a Johannesburgo - incluindo todos os ex-presidentes - para participar das homenagens ao líder negro, Nélson Mandela, morto semana passada e que dedicou 67 anos de sua vida ao fim do apartheid. No entanto, milhões de brasileiros devem estar se perguntando por que Joaquim Barbosa, o “primeiro negro a presidir o STF, não foi convidado? Terá sido por causa do mensalão, da crescente tietagem dos fãs pelas ações típícas de potencial candidato que vem adotando ou por ser ela racista ou algo assim? A verdade é que Barbosa esperou até o último minuto o convite da presidente para ir à Africa do Sul.

FEIJÓ DE OLHO VIVO

O deputado federal Paulo Feijó, do PR de Garotinho e candidato à reeleição, vem alertando quanto aos candidatos 'de fora' em Campos, aliás, seu principal reduto eleitoral. Segundo ele, em 2010 foram mais de 180 mil votos dados a 'forasteiros' e isto, apesar de estar na lei, não é bom para a região. Seria bom que 'feijózinho' também aproveitasse para fazer campanha contra corruptos e fichas-sujas e candidatos que, sem o menor conhecimento político, nunca fizeram nada além do blá-blá-blá, se prestando ao puro e simples papel de cabos eleitorais, aproveitando-se de cargos - e, até, mandatos - para servir de escada para os chamados grandes, num círculo vicioso sem fim. Se o experiente deputado defende, por exemplo, o voto distrital, estamos com ele. Mas é preciso ter coragem para abdicar da ajuda dessa gente, coisa que nenhum político consegue. Nem o velho e bom camarada Feijó.

VOO DO APARTHEID

Apesar da aparente saia-justa e da perplexidade de milhões de brasileiros, o voo presidencial para Johannesburgo, sob o comando da gerentona Dilma Rousseff, levou a bordo os adversários políticos Lula (PT) e FHC (PSDB) além das malas Collor e Sarney ( sempre da base aliada), os únicos ex-presidentes vivos do Brasil. Só ficou faltando a Comissão da Verdade sugerir a ida de Jango e JK numa caixa com os restos mortais. Os assuntos que antecederam a missa em homenagem a Mandela, certamente, ninguém nunca saberá, mas o gesto, bastante revelador, mostra o quanto os políticos brasileiros podem se sacrificar quando querem aparecer perante ao mundo. Inimigos ferrenhos nos últimos 25 anos, período chamado de democrático, agora sorriem frente as câmeras e até 'choram' pela morte do líder sul-africano ( este, sim, uniu povos em torno de ideais), já pensando nas campanhas que começam daqui a sete meses e, aí, cada qual vai mostrar quantas e quais garrafas tem pra vender.

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

EDUCAÇÃO DE QUISSAMÃ EM ALTA

Notícia alvissareira diz respeito ao município de Quissamã: no anuário "Finanças dos Municípios Fluminenses", a terra da cana, do coco e dos casarões centenários foi a segunda que mais investiu em educação em 2012 ( R$10.713 por aluno), perdendo, apenas, para Porto Real ( R$11.316). Em seguida, aparece Niterói com R$ 9.358. A lanterna ficou com Magé que, pelo visto, 'gasta' R$3.124. Realmente, quem acompanha a educação de Quissamã sabe que os governos se empenham para que não falte nada no caminho do conhecimento e da verdadeira transformação, só advindos quando se estuda.

OPERAÇÃO PAPAI NOEL EM NITERÓI

A possível chamada que o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, deu na cúpula da segurança pública do Estado parece que vem dando resultado. Pelo menos neste período de festas, quando a 'vagabundagem' tá de olho em tudo, o patrulhamento da PM nas ruas da cidade vem sendo feito por um grande efetivo policial que, também, tá de olho neles. As rondas devem permanecer até 15 de janeiro, um alívio pra todo mundo que quer comprar, vender e usar o direito de ir e vir em paz.

DÚVIDA NO RIO

Enquanto Lindbergh e Pezão se digladiam, pra saber quem será o candidato a governador do Rio, Garotinho sobe nas pesquisas de intenção de voto, como nas últimas divulgadas onde aparece em primeiro lugar com 21% contra os 20 dos dois somados (15 + 5%). Tudo bem que ainda há muito chão, mas não definir, logo, os nomes e não aproveitar o índice de rejeição do ex-governador - também em primeiro -  pode ser um erro que pode custar caro as suas pretensões.

VASOS E CIA

Aos pouquinhos, alguns edifícios da Rua Moreira César e adjacências, em Icaraí, vêm recolocando seus grandes e belos vasos de plantas no caminho dos transeuntes. Acho que já tá na hora de  Marcus Jardim e sua 'tropa' caminharem por lá de novo pois, sabe como é o brasileiro, basta virar as costas e...

PISO PARA CAMELÔ

Pior cego é aquele que não quer ( ou não pode) ver. Como deve estar acontecendo com fiscais da prefeitura e GCMs de Niterói que continuam ignorando as barracas instaladas, irregular e desumanamente, sobre o piso tátil de algumas ruas do Centro. Pra começar, seria bom que alguém do setor de fiscalização da PMN ensinasse que, piso tátil, aquilo amarelinho no chão, são faixas em alto relevo fixadas para fornecer auxílio na locomoção pessoal de deficientes visuais. Depois, dessem uma caminhada, por exemplo, nas ruas Visconde do Uruguai, Cel. Gomes Machado, São João e São Pedro para verificar, entre outras coisas, o porquê da vista grossa e mandando retirar, imediatamente, as barracas do caminho.

domingo, 8 de dezembro de 2013

FLU NA SEGUNDONA

Sou tricolor de coração... É, posso até sê-lo, mas o Fluminense mereceu o rebaixamento pois, além de jogar mal, os dirigentes caíram nas armadilhas de clubes que resolveram se unir para levar o clube, campeão do ano passado e de tantas glórias, a esta condição ridícula. Não podemos nos esquecer, também, de destacar a influência (negativa, claro) do patrocinador e do técnico Luxemburro. Agora é ter vergonha na cara e reformular geral.

PRA COMEÇAR A SEMANA

É necessário ter o caos cá dentro para gerar uma estrela.
Friedrich Nietzsche

DEU NAS REDES SOCIAIS

"Agora é Mandela pra lá, Mandela pra cá. Mas muitos não sabem nem cantar uma de suas músicas".
" Estamos tristes com a morte do grande líder negro Martin Luther King". (Paris Hilton)
Isso mostra como anda a cultura daqui e de fora

sábado, 7 de dezembro de 2013

PAÍS COTISTA

Mesmo não faltando assunto na política tupiniquim ( mau desempenho da educação, mensalão, roubalheira institucional, saúde em coma, insegurança pública, transportes caóticos e até o futebol contra Croácia, México e Camarões) já vem de novo o papo de cotas para negros, indígenas, etc. Será que ainda não viram que as cotas só reafirmam ser o Brasil um país racista, a separar pessoas? A propósito: o ministro Joaquim Barbosa precisou de cotas para chegar aonde chegou? Não, ele só estudou. Mas é aí que a coisa pega. Político não gosta muito disso.

DE MANDATOS AO MANDADO (DE PRISÃO)

Vejam o que é a política, o poder e a ambição. Aquele jovem e destemido advogado que conheci, há muito tempo, no Povo na TV e que fazia tudo para aparecer, hoje vive escondido, doente, em uma pequena cidade do interior do Rio, esperando o mandado de prisão em casa. Delator do mensalão, o ex-deputado Roberto Jefferson foi condenado no ano passado a 7 anos e 14 dias pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Pena que deverá ser cumprida no xilindró, aquele em que o sujeito vê o sol nascer quadrado, uma vez que o STF negou-lhe o direito de prisão domiciliar. Triste fim para políticos arrogantes que ainda acreditam num País sem lei.  

HISTÓRIAS DO DOMINGUINHOS

Tem coisas que só acontecem com Dominguinhos. Outro dia, num grande encontro político, o 'cara', nosso amigo das antigas, ficou bem ao lado do presidenciável Aécio Neves e se apresentou da seguinte forma, travando com ele o seguinte diálogo:
- Senador, eu sou o Dominguinhos, tesoureiro do PP de Niterói, muito prazer.
- PP, do tio Francisco Dornelles?
- Esse mesmo!
- Vou precisar de vocês de Niterói, Dominguinhos. E já gravei seu nome. É muito fácil.

CENTRO SEM LEI

Parece que não tem jeito mesmo. O Centro de Niterói continua uma grande mer.......cadoria. Sem fiscalização e sujo, com uma camelozada clandestina digna do mais desorganizado comércio de rua, começa a se parecer, por exemplo, com alguns países africanos, onde cada um faz o que quer, onde e como quer. Pedir para que as autoridades responsáveis intervenham não vem adiantando muito pois, ao contrário do que a prefeitura apregoa, de estar revitalizando aquela parte da cidade, a bagunça é maior a cada dia.

FREUD EXPLICA

O deputado estadual, Comte Bittencourt, foi reeleito presidente do PPS no Rio de Janeiro, dias atrás. O evento aconteceu na UERJ e reuniu integrantes do partido e de outras siglas, como o senador Aécio Neves, do PSDB, que integrava a turma do gargarejo e ouvia, atentamente, cada palavra do deputado niteroiense. Inclusive quando, em ato falho ( também chamado de parapraxia na psicanálise) ele anunciou a chegada do líder e presidente nacional do PPS, deputado Roberto 'Jefferson', referindo-se a Roberto Freire.  Será que o engano verbal ou comportamental de Comte pode estar revelando um conflito entre a intenção e o inconsciente? Ou terá sido, apenas, o nervosismo de estar cercado de presenças tão ilustres como o presidenciável, Aécio Neves e por sua declaração de apoio ao político mineiro? 

quinta-feira, 5 de dezembro de 2013

ACABAM SEMPRE ENTORTANDO

Mais cedo ou mais tarde, os políticos, na grande maioria das vezes, nos decepcionam. Um bom exemplo é o ex-deputado Roberto Jefferson, aquele 'defensor dos fracos e oprimidos' do Programa O Povo na TV que conheci no final dos anos de 1970. Vê-lo agora, naquela situação deplorável, suplicando que acreditem no injustificável, nos dá pena e reforça a teoria que diz que para conhecermos alguém é só lhe dar poder. É, não tem jeito. Quem um dia foi rei, é tão contaminado pela ambição que, um dia, perde a majestade, sim.
 

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

VOTO ABERTO

O Rio saiu na frente e acabou com o voto secreto para todas as votações. Na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj), agora, quase tudo será transparente. Quase. ( Fica faltando abrir as caixas-pretas para o número e a folha de funcionários, salários, etc ). Mas isto não é nenhum favor, pois o deputado se elege para, pelo menos, mostrar ao seu eleitor o que faz e como faz. Só não mostra pra que, mas todo mundo vê. E sabe. Se já provoca frustração o cara se eleger e não fazer o que prometeu, imagina quando fazia as coisas às escondidas, como no caso das votações para cassação de mandato. Que a Câmara Federal e as municipais sigam este caminho, diferente do que fez o Senado, semana passada, ao vetar, secretamente, o voto aberto amplo, geral e irrestrito.
 

domingo, 1 de dezembro de 2013

MÉDICOS ESTRANGEIROS

O governo do Brasil quer aumentar, quase de qualquer maneira, o serviço médico. E isto vem incentivando, cada vez mais, a procura por cursos de medicina fora do País. Como na Bolívia, onde já são cerca de 25 mil alunos brasileiros estudando em instituições de lá. O número é alto e o maior motivo é a facilidade de acesso. Para entrar numa faculdade, em boa parte da América Latina, não é necessário vestibular. Além disso, os custos são baixíssimos. Na Universidade de Aquino (Udabol), onde estudam cerca de 5.000 brasileiros, o estudante que pagar à vista desembolsará cerca de R$ 10.500 por cinco anos. Na Santa Casa, de São Paulo, essa quantia não cobriria sequer três meses do curso. A mensalidade é R$ 3.940.
 

ALÔ, AUTOPISTA. ALÔ PRF!

A Autopista Fluminense, empresa responsável por boa parte da BR-101 (pelo menos a que utilizo com frequência, entre Niterói e Quissamã), não deveria ficar só atenta aos buracos, aos carros enguiçados e à cobrança dos pedágios. Quem cuida do tráfego e fica monitorando as centenas de câmeras espalhadas pela estrada deveria destinar uma atenção redobrada a algumas imprudências praticadas como na entrada de Rio Dourado ( Casimiro de Abreu) onde desocupados, 'recolhedores de moedas', ficam parando o trânsito ao seu bel-prazer, determinando quem vem e quem vai e provocando cenas de risco iminente de colisões sérias. Vem sendo comum, também, veículos ficarem parados, em plena estrada, com objetivo de passar para o lado oposto como se estivesse em uma ruazinha de cidade do interior, sem semáforo, fiscalização, etc. Isto serve para a Polícia Rodoviária Federal (PRF) a qual é impossível não saber que isto acontece há bastante tempo.


 

PRA COMEÇAR A SEMANA

A COISA TÁ FEIA. MAS NÃO É SÓ PARA O FLU NÃO.

SONHO DE UM PEZÃO

Luiz Pezão, pré-candidato ao cargo de Sérgio (como ele gosta de chamar o governador do Rio) deve estar sofrendo de algum transtorno. Em várias entrevistas e em reuniões políticas vem afirmando ganhar as próximas eleições. E logo no primeiro turno. Atrás de Crivella, Garotinho e Lindbergh, em todas as pesquisas, o homem esbanja tanto otimismo que beira ao ridículo. Alguém precisa lembrar a ele que a briga não será para prefeitura de sua cidade, Piraí e que, na política, também é assim: quando se está no cargo, todo mundo diz amém, dá tapinha nas costas e concorda com tudo. Depois, oh, é cada um por si. Por isso, Pezão, essa de dizer, por exemplo, que tem parceria com os 92 municípios fluminenses e a maioria deve apoiá-lo não cola. Mesmo.
 

sábado, 30 de novembro de 2013

FUNCIONÁRIO DO ANO

Não sei por que a mídia dá tanta importância ao contrato de trabalho do ex-ministro e condenado José Dirceu com um hotel de Brasília? O cara, da turma do 'cara', tem um currículo invejável em relação às lavanderias, faz lobby como ninguém, poderá movimentar tanto a hospedagem quanto o restaurante para tratarem de assuntos importantes com empresários e políticos, que a merreca de R$ 20 mil ficará muito aquém do que merece alguém com recursos assim, inclusive, para mandar cartões de visita através de interessados em fazer parte do PAC, também conhecido por alguns como Plano de Acesso à Corrupção.
 

IGUAIS PERANTE A LEI?

Quando vejo presidiários como o deputado José Genoíno - que deveria ser genuíno pela cara de pau - ir e voltar por problemas de saúde, precisamente, crises de hipertensão (embora os advogados preferissem infarte do miocárdio), me lembro de quando, estagiário de psicologia em presídios, via detentos com álvara de soltura, tempo expirado ou portadores de cardiopatias graves, HIV, tuberculose, hepatite e hipertensão continuarem sem tratamento e confinados. Com a palavra a presidente Dilma e o ministro da Justiça, Eduardo Cardozo.


HÁ CONFIANÇA NO TRE?

Fala sério. Se até a presidente do TRE-RJ (Tribunal Regional Eleitoral do Estado do Rio de Janeiro) está passando por um processo de cassação - ela teve sua eleição anulada, em decisão inédita, por quatro votos a zero, no último dia 27 - o que se pode esperar da política fluminense? Será que quem está no cargo - ou saiu - se sente tranquilo, feliz e seguro para administrar uma cidade? Os prefeitos de Conceição de Macabu e Natividade, por exemplo, cassados pelo tribunal, que o digam.

sexta-feira, 29 de novembro de 2013

SUBJETIVIDADE EM PAUTA

De vez em quando, recebo uns e-mails curiosos questionando comentários feitos aqui e sobre a coluna Visão Política. Como agora, onde um pseudônimo se acha surpreso com algumas colocações que ele acredita serem contra o candidato a governador do Rio, Garotinho e pró Lindbergh, do PT, partido que criticamos há muitos anos. Pra começar, os dois já foram merecedores de nosso voto. Depois, o brasileiro não vota em partido e, sim, em candidato. Finalmente, sempre deixei claro que o Partido dos Trabalhadores tem em seus quadros pessoas da mais absoluta confiança e competência. Por enquanto, é só. 

GAROTINHO LÍDER NA REJEIÇÃO

Enquanto Lindbergh vem fazendo de tudo para não arranhar a relação do PT, seu partido, com o PMDB, de Cabral, Temer e tantos outros caciques, inclusive acatando a orientação do ex-presidente Lula, Garotinho apresenta os resultados de uma pesquisa, encomendada por ele mesmo, onde aparece, disparado, com o maior índice de rejeição dentre todos os candidatos. Pegou mal e mostrou que é preciso ficar de olhos abertos com seus próprios 'aliados' e coordenadores da pré-campanha. Aliás, o que tem de pessoas 'de dentro' atrapalhando não está no gibi.

LULA E LINDBERGH: TUDO A VER

Por mais que alguns queiram negar e torçam para acontecer um racha com o PMDB, a candidatura de Lindbergh Farias ao governo do Rio é, praticamente, pule de dez. Mesmo com o pedido direto do ex-presidente Lula para que ele e seu grupo político não retirem o apoio ao governador Sérgio Cabral, neste momento, o ex-deputado federal duas vezes, ex-prefeito de Nova Iguaçu por dois mandatos consecutivos e atual senador deve partir com tudo ano que vem. É só uma questão de amadurecimento político e tempo para que os muitos petistas, hoje, no governo, se acomodem e tenham um Natal mais tranquilo com 13° e tudo. Afinal de contas, dinheiro no bolso é sempre bom e o PT merece pelo apoio na coligação.
 

ESQUEÇAM O FÉLIX

O Brasil só vai avançar, de fato, quando as pessoas ao invés de torcerem para o personagem Félix (da novela Amor à Vida) pagar por todo o mal que fez, tiverem amor às suas próprias existências e torcerem, por exemplo, pela prisão de José Dirceu, Genoíno, Delúbio, Jefferson e todos de sua trupe e qualquer outro partido. Aliás, mantê-los atrás das grades, sem nenhuma regalia, só mesmo no País das novelas. O mesmo se aplica para todos os políticos fichas sujas que andam soltos por aí deitando, rolando e roubando o dinheiro público.
 

quinta-feira, 28 de novembro de 2013

CARAVANA EM NITERÓI

Niterói, que ainda está em festa pela passagem de seus 440 anos, tem potencial cultural reconhecido em todo mundo. Suas riquezas e diversidades atraem gente de toda parte e muitas são as instituições se dirigindo pra lá com o propósito de retratá-las através da produção de vídeos, fotos, verbetes, etc. Como a Caravana do Mapa de Cultura do Rio de Janeiro, uma realização da Secretaria de Estado de Cultura, com patrocínio da Petrobras, que acaba de mandar uma equipe à cidade registrar a Orquestra de Cordas da Grota, a banda Facção Caipira, a Orquestra Sinfônica Ambulante e o Museu Janete Costa, entre outros locais e manifestações culturais. Se você tem vontade de conhecer um pouco do patrimônio material e imaterial, personagens, cultura popular e os principais destaques de cada um dos 92 municípios fluminenses, basta clicar o www.mapadecultura.rj.gov.br

MAU EXEMPLO EM CONCEIÇÃO DE MACABU

O que vem acontecendo no município fluminense de Conceição de Macabu mostra que se chegou ao limite da mais absoluta vergonha, ou melhor, falta de vergonha, das leis eleitorais e todos os seus penduricalhos, chamados de recursos pelos grandes escritórios de advocacia e pelas bancas de renomados juristas. Para se ter uma pequena ideia da bagunça naquela cidade, em uma semana, a prefeita Lidia Mercedes, conhecida como Tedi ( até hoje muitos eleitores não sabem nem se pronuncia-se Tédi ou Têdi) saiu, foi substituída pelo segundo colocado nas eleições, Cláudio Linhares e, agora ( tudo em menos de sete dias) volta nos braços do povo, certamente, daqueles que votaram nela e devem ter uma ''boquinha" assegurada no fim do mês. Isso tudo vai continuar acontecendo porque o legislativo insiste na mini-reforma política e o judiciário em fazer graça. Tudo bem devagar e para o brilho dos holofotes.

EU VOU ESTAR AQUI REPRESENTANDO VOCÊS

Você alguma vez na vida participou de uma sessão numa câmara de vereadores? Já ouviu o que e como se fala em plenário? Pois é. Eu já tive esta oportunidade durante muitos anos - de vez em quando ainda o faço, profissional e politicamente - e posso revelar sem medo de errar: o sentimento, quase sempre, é de repugnância, enjoo/ansiedade ( haja dramil ou alprazolam) e dá vontade de ler um livro para não haver contaminação  ( meu pai sempre falou para eu estudar) ou nunca mais votar nessa turma que, na maioria das vezes, só pensa 'naquilo'. De qualquer maneira, sem os famosos gerundismos e os discursos do nada para o lugar nenhum, ainda há a esperança de voltarmos à política amadora  (aquela sem todas as vantagens e tentações de hoje) que enchiam de orgulho o exercício de um mandato parlamentar. Sem muito dinheiro mas muita, muita, dignidade.

QUEM QUER DINHEIRO?

Tem eleitor que ainda não sabe - finge ou prefere ignorar -  mas quando vende seu voto para um candidato bancado por um determinado grupo de empresários, que vai lhe dar vantagen$$$ financeira$$$, além de perder o direito de reclamar, por exemplo, ele compromete a qualidade dos serviços públicos, não tem um salário digno, seus filhos não conseguem ser convocados pelo concurso público ( mesmo 'passando'), pois as vagas estão ocupadas por contratados e ainda são obrigados a conviver com os maiores absurdos administrativos e transgressões à lei. Isto porque este mesmo grupo de apoiadores de campanha continua participando diretamente dos conchavos políticos a todo vapor e às escâncaras, sem nenhum escrúpulo, costuma cobrar tudo, tim-tim por tim-tim, usando uma expressão mais velha do que corrupção ativa praticada. E se alguém tenta fugir das regras, a máfia brasileira - chamada de governo e pior que a siciliana, a russa e a Yakuza, juntas - entra em ação. Aliás, com uma dívida pública de R$ 3 trilhões, quem não quer dinheiro?

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

HOMENAGEM AOS DOADORES

Até que enfim apareceu uma alma boa para parabenizar os doadores pela passagem do Dia Nacional de Doação de Sangue, comemorado segunda-feira (25). Na sessão de hoje, em Brasília, o deputado Paulo Feijó - que não é bobo nem nada - fez isso, aproveitando para lembrar dos R$5 milhões destinados ao Hemocentro do Hospital Ferreira Machado, em Campos, em emenda parlamentar sua. Aos doadores, aos profissionais da saúde que trabalham em hemocentros e ao deputado campista, nossos parabéns pelo trabalho voltado a salvar vidas.

SENADOR TEM MEDO DE QUÊ?

A noite de ontem tinha tudo para ser um dia historico na política nacional. Mas, ao contrário do que clamavam as ruas, a maioria dos senadores não aprovou o voto aberto para todas as decisões do Congresso Nacional (que se estenderia às assembleias e câmaras municipais), passando à história pelo grande fiasco, além de comprovar ser aquela Casa um local onde também se defende interesses pessoais e o corporativismo. Por 41 votos a 16 - secretos, por sinal - , ficou estabelecido que serão abertas as votações apenas para cassações de mandatos parlamentares e de vetos presidenciais. Sendo assim, os parlamentares brasileiros continuarão a ficar reféns do poder executivo e de sua própria ganância e a população deles. No entanto, nem tudo está perdido: de um lado, contra o voto amplo, geral e irrestrito, líderes do PMDB, PSDB, PTB, PC do B, PR, PP e DEM. Do outro, a favor, quem diria, os do PT, PDT, PSB, PSol e do PSD. Há poucos meses das eleições, sinal dos tempos?

terça-feira, 26 de novembro de 2013

FICHAS ESCOLARES MAIS COMPLETAS

O deputado estadual, Átila Nunes(PSL-RJ), teve aprovado projeto tornando obrigatória a inclusão do tipo sanguíneo e do fator RH dos alunos em suas fichas de matrícula. Sua principal justificativa - boa por sinal- se baseia na eventualidade ou acidente, até mesmo nas salas de aula, cujas informações podem ser vitais para um rápido atendimento. Como tantas outras leis, esta vai esbarrar em problemas como a religião e na dificuldade financeira dos alunos que, muitas vezes, não têm dinheiro nem para a foto solicitada na matrícula.
 

MERGULHO EM NITERÓI

O Mergulhão de Niterói nem de longe nos faz sentir trafegando pelas avenidas de Dubai, nos Emirados Árabes. Apesar dos problemas de alagamento - que esperamos resolvidos em breve -, Niterói já começa a ter um ar de modernidade e desafogar um pouco o trânsito. Na contra-mão, mesmo, por enquanto, continuam o comércio clandestino e, até, o considerado 'legal', estacionado irregularmente nas ruas do Centro e a falta de lixeiras em Icaraí. Em relação a estas últimas, desconfia-se que vêm sendo retiradas por moradores sob a alegação que ficam cheias, inclusive, com fezes de cachorros e ninguém da prefeitura dá importância.
 

segunda-feira, 25 de novembro de 2013

FAZ OUTRO

Chega de hipocrisia. Tal qual na política, onde ninguém é adversário ou aliado para sempre, desde que o lucro seja alcançado, no futebol isto também fica cada vez mais claro. Se na política, máquinas são montadas para trazer vantagens financeiras, inclusive, dividendos eleitorais, fazendo com que muitos finjam não estar vendo desvios de recursos públicos, por exemplo, times de futebol já classificados - ou campeões -  fazem corpo mole para facilitar a vida de outros em má fase. Como parece ter acontecido no jogo Cruzeiro x Vasco, onde o jogador Júlio Baptista, do time mineiro, fala para o 'adversário' Chris: "Faz logo outro gol, pô..."


PRA COMEÇAR A SEMANA

Muitos não sabem, mas hoje é comemorado o Dia Nacional do Doador de Sangue. Muito pior é assistir pessoas trabalhando na saúde sem reconhecer a importância da data e do gesto. De qualquer maneira, parabéns a quem ajuda a salvar vidas. De verdade!

sexta-feira, 22 de novembro de 2013

LUÍS INÁCIO FALOU

Em vigor, o voto aberto no Congresso poderá apontar quem são os 300 deputados picaretas (que um dia Lulla falou), os senadores coniventes, os aproveitadores das assembleias e até os vereadores, pequenos tubarões ou traíras que, desde cedo, aprendem a vender seu voto para favorecimento pessoal. Além de servir de alerta para as próximas eleições, o voto do parlamentar, principalmente, quando contraria o interesse público, tem de ser conhecido por todo o público e punido por ele nas urnas.

EMENDA PRALAMENTAR ( CAVALO DADO SE OLHA OS DENTES)

. O deputado federal, Paulo Feijó - aquele que podemos chamar de velho e bom camarada - vem falando de emendas liberadas por ele e o líder Garotinho para Campos e municípios da região. Louvável o esforço do deputado, no qual já votei uma ou duas vezes ( como bom brasileiro, não me lembro bem), mas penso que Quissamã, pela alta votação que, proporcional e tradicionalmente, lhes confere, merecia muito mais do que uma emenda destinando apenas 500 mil reais. Mas é melhor um pássaro na mão do que dois voando, não é mesmo?
 
. E por falar no boa-praça, deputado Paulo Feijó, esta semana ele aproveitou o espaço no baixo clero e discursou sobre a malha ferroviária fluminense. Sentou o 'malho' no abandono das ferrovias sucateadas que 'foi causado pelos últimos governos estaduais'. Será que os ex-governadores Rosinha e Anthony Garotinho, seus padrinhos no PR, não se sentiram incomodados, já que fizeram parte, durante quase oito anos, desses governos? Xiiiiiiiiiiii!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

AÇODAMENTO PETISTA

Alguns petistas notórios estão causando uma chocante inversão de valores. Depois de assinar manifestos e fazer diversas declarações de apoio aos réus do Mensalão, inclusive no Congresso Nacional, agora esperneiam e se dizem contrários ao presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa, por ações e supostas omissões na prisão dos condenados. Falam até em, pasmem, processá-lo por improbidade administrativa devido ao uso oneroso ao estado de um avião para executar as prisões e outras ilegalidades cometidas. Well, well, well... Pra começar, Joaquim Barbosa foi indicado por Lula, portanto, um chefe de governo do PT. Por que, ao invés de querer derrubá-lo, não se aproveitam disto, já que está apenas cumprindo a lei e conta com amplo apoio popular? Abra os olhos, PTralhas, pois vocês estão na contra-mão e a atitude açodada - não do ministro, que 'segurou a onda' da Ação Penal 470 durante um bom tempo-, pode sair caro, atrapalhando a trajetória da reeleição.

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

CÂMARAS MUNICIPAIS ALERTAS

. Recentemente, o Instituto Iguape realizou uma pesquisa em Campos dos Goytacazes (RJ) para saber o que a população achava da atuação de sua Câmara de Vereadores. O resultado não poderia ser pior e mais significativo pra moçada dos legislativos. Apenas 6.6 % a consideraram ótima ou boa; 23,8 %, regular; 22,3 % ruim e 17,6 % péssima. O restante não opinou. Confesso nunca ter visto mensagem tão clara de que algo deve ser feito. Urgentemente.

. E por falar em câmara municipal, não acredito no que vi. A de Quissamã só publica em seu site relação dos agraciados com títulos de cidadania de 2009 até 2013. Será que deu problema em seus arquivos ou os anteriores - neste caso, de 1990 ( ano da emancipação) a 2008 -  não merecem a mesma deferência? Qualquer que seja a justificativa, é uma falha muito grande e desrespeito para com aqueles que, como eu, se orgulham de um dia tê-lo recebido.

domingo, 17 de novembro de 2013

PRA COMEÇAR A SEMANA

O teu êxito depende muitas vezes do êxito das pessoas que te rodeiam.
                                                     (Benjamin Franklin, EUA, 1706-1790)

sábado, 16 de novembro de 2013

VOTO ABERTO GERAL

Pirotecnia pré-eleitoral ou não, o Senado já fez a sua parte aprovando, em primeiro turno, o voto aberto para cassações de parlamentares. Se passar no segundo turno, o fim do voto secreto também valerá para todas as decisões e para todas as Casas. Congresso, assembleias e câmaras poderão ficar sem a vergonhosa e indecente prerrogativa de esconder dos eleitores sua vontade. E de ganhar 'um  extra'.

PROCLAMAÇÃO DO MENSALÃO

O feriado da Proclamação da República pode voltar a ter uma importância historica muito grande. Isto se as apresentações voluntárias e prisões dos condenados pela prática do Mensalão - talvez o maior escândalo descoberto no País, mesmo que tenha sido revanche do Roberto Jefferson - sejam mesmo pra valer e não venham recheadas de pirotecnia, embargos e outros benefícios concedidos, geralmente, a pessoas influentes, mas negadas aos ladrões de galinha. Aliás, só seremos mesmo uma república democrática quando estiverem todos eles ( os ladrões de galinha e os do dinheiro público)atrás das grades. Tomara que os próximos 15 de Novembro sejam lembrados como o dia em que a Justiça, e neste caso, o STF, a mais alta Corte, fez prevalecer o rigor da lei para quem desvia dinheiro da saúde, da educação, da Previdência, dos transportes, da segurança e dos que, verdadeiramente, trabalham e têm que viver das sobras do Congresso Nacional, das assembleias e câmaras de vereadores.

quarta-feira, 13 de novembro de 2013

IMPOSIÇÃO À BRASILEIRA

O termo propalado no Congresso Nacional, esta semana, foi o orçamento impositivo. Aprovado no Senado, obriga o governo a liberar verbas para despesas inseridas por deputados e senadores no Orçamento da União, as emendas parlamentares individuais. Ou seja, mais uma imposição voltada a fortalecer os parlamentares, distribuindo dinheiro pelas cidades e visando comprar o voto do eleitor, consequentemente, sua reeleição. Aliás, a mesma que nos impõe, muitas vezes, políticos corruptos sem capacidade e sem escrúpulos, gerando péssimos serviços públicos, e a maior carga tributária do planeta. Como se vê, imposição é quando temos de engolir, goela abaixo, 'coisas' assim sem outras opções.

terça-feira, 12 de novembro de 2013

DEU QUAQUÁ ( NÃO É NENHUMA PIADA)

Mesmo com toda bagagem política e o provável apoio de Lula, a ex-governadora, ministra e senadora e, agora, deputada federal, Benedita da Silva, teve uma derrota acachapante na disputa pela presidência regional do PT. As urnas confirmaram a vitória do prefeito de Maricá, Washington Quaquá, pelo visto 'muito querido' pelas hostes petistas. O resultado pode servir como parâmetro até para muitas disputas que vêm por aí. Quem viver verá.

UMA COISA É UMA COISA...

Mesmo sendo aliado do governador Sérgio Cabral, o prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, tem defendido uma profunda reavaliação do projeto das UPPs, inclusive com instalação de unidades na cidade, em São Gonçalo e na Baixada Fluminense. O conjunto das políticas de segurança não tem sido muito eficiente, prova é que a violência do lado de cá da ponte aumentou significativamente. Pacificar e melhorar as condições de vida das comunidades é algo que defendemos, mas não dá para fingir que está tudo as mil maravilhas e não criticar, sejam aliados ou adversários. Aliás, como faz Rodrigo Neves ao defender interesses da população de Niterói. 

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

FICHINHAS

Esgotadas todas as possibilidades de escapar da Lei da Ficha Limpa ficando inelegíveis ( o que no Brasil é difícil), os políticos já têm um plano B: muitos vão tentar eleger parentes e afilhados. Até mesmo fichas-sujas que dizem que vão disputar as eleições — eles ainda podem recorrer na Justiça — já preparam algum “herdeiro”. Os sucessores, em geral, são jovens e vão disputar a primeira eleição. Como se vê, pra essa gente seguro morreu de velho. 

PDT E PT UNIDOS POR NITERÓI

Se em Niterói, o PT e o PDT ainda têm, hoje, algumas rusgas causadas pelo desgaste da última eleição para prefeito, o mesmo não se dá quando dois de seus principais líderes entram em campo para trabalhar em prol da cidade. Recém-eleito presidente do PDT municipal, o deputado licenciado Felipe Peixoto, atualmente secretário de Estado de Desenvolvimento Regional, tem alcançado conquistas importantes. Já o prefeito petista, Rodrigo Neves, um dos representantes do governo Dilma e com excelente trâmite no Palácio Guanabara, segue os mesmos passos. É indiscutível que Niterói, nas mãos desses dois jovens políticos, tem feito o dever de casa. Com louvor e muita maturidade. Como deve ser, viu?

sábado, 9 de novembro de 2013

OLHOS ABERTOS E PÉS NO CHÃO

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves, foi a China visitar estaleiros com o vice-governador do Rio, Luiz Pezão. Mas ele deve ficar de olhos bem abertos com os micos e o tamanho da ganância e , principalmente, dos pés do pré-candidato a governador. É que, durante uma das visitas à fábricas daquele país, tiveram de fazer pantufas protetoras para ele que calça 48. Tomara que Rodrigo nunca queira ter algo tão grande assim. Nem ele nem o secretário estadual de Transportes, Júlio Lopes, que costuma, nesta época pré-eleitoral, aparecer mais que o Rei e  ter os olhos maiores que a cara. E por falar neste secretário, gostaríamos de saber quando é que vai resolver problemas como o bondinho de Santa Tereza?

PRA COMEÇAR A SEMANA

O Brasil não pratica a espionagem como os outros países:" Nóis só dá umas olhada nos papel, segue os alemão de zóio azul e fica escutando na linha o que os gringo fala. Nóis é inocente das acusação. E antes que eu esqueça, nóis é país de premero mundo."
(Luiz Ress- Estadão)

DIREITOS DE ROSINHA ( PARECE ATÉ NOME DE NOVELA)

Quando será que a hipocrisia e a incoerência vão deixar de imperar na política nacional? Lei da Ficha Limpa não existe, mesmo, e agora deu pra 'condenar', por cinco anos,  administradores públicos que estão, praticamente, no início de um mandato. É o caso da prefeita de Campos, Rosinha Garotinho, que acaba de ter seus direitos políticos suspensos por improbidade administrativa cometida quando foi governadora do Rio de Janeiro (2003-2006). Quando terminar seu mandato, tira umas pequenas férias, ou fica lotada no gabinete de algum parente muito próximo e depois se candidata de novo.

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

OS NÚMEROS (NÃO) MENTEM

Os professores de matemática sabem: pesquisas de opinião estão entre as maiores falácias do mundo. Em uma eleição, por exemplo, são uma arma capaz de mudar o panorama eleitoral, usada para promover ou derrubar candidatos. Segundo Charles Seife, mestre em matemática pela Universidade de Yale "é uma fábrica nonsense de tom autoritário, uma máquina de produzir mentiras matemáticas". Do resultado dessas pesquisas, criou-se o termo "voto útil" - ou seja, votar em quem tem chance de se eleger. A ideia faz com que um candidato, mesmo que apresente competência, não assuma cargo público por estar "previamente" derrotado. O número pequeno de pessoas, escolhido para opinar sobre algum assunto, não garante uma verdade incondicional. Quando o percentual apresentado não condiz com o resultado final, a margem de erro é a culpada. E esta é apenas uma das 'manobras' dos candidatos para influenciar a opinião pública. E os eleitores, oh!
 

REGIMES EXAGERADOS SÃO UMA M

Antigamente, no tempo da ditadura, podíamos ficar nas portas das casas até tarde, simplesmente, conversando, nas ruas, namorando ou vindo de um divertido hi-fi, que nada de mal acontecia. Hoje, na democracia, vive-se trancado em casa e, ao sairmos, seja a qualquer hora, não sabemos se chegamos vivos. Antigamente, no tempo da ditadura, os alunos colocavam apelidos uns nos outros e ninguém 'sofria' mais do que alguns dias por isto. Os excessos eram resolvidos numa boa briga de rua, na mão, protegida pelos 'colegas' e sem grandes sequelas morais, psicológicas ou físicas. No máximo, um olho roxo. Hoje, na democracia, por qualquer motivo fala-se em bullying, leva-se armas, brancas ou não, mata-se dentro e fora das salas de aula. Neste mesmo diapasão pedagógico, antigamente, no tempo da ditadura, os alunos eram repreendidos pelos pais e professores quando tiravam notas baixas, Hoje, na democracia, os professores - e muitas vezes os próprios pais - são repreendidos pelos alunos. Antigamente, no tempo da ditadura, acelerávamos Galaxies, Mavericks, Opalões e Dodges nas estradas bem cuidadas, quase sem pedágios e abastecidos por gasolina (que só era 20 % nossa) de boa qualidade sem problema. Quando alguém batia, pela lataria forte dos carros, no máximo resultava em um mau jeito no pescoço e uma pequena discussão encerrada na célebre frase: cada um com seu prejuízo! Hoje, na democracia, dirigimos carros super-velozes, de plástico, com combustíveis caríssimos  - e batizados - por estradas cheias de problemas, de radares maliciosamente camuflados e pedágios cada vez mais caros e frequentes. Se um se sente desafiado, vai pra cima, a toda, e mata quem estiver pela frente, ao sair do tanque de guerra  enfezado com revólveres 38, 45, pistolas .40, 357 e até com um fuzil AR-15. Antigamente, no tempo da ditadura, só quem empunhava arma eram policiais e militares das Forças Armadas. Mas o homem de bem podia comprar determinados calibres e munições, lógico, com muito critério, pois o governo sabia diferenciar as coisas. O mocinho do bandido. O patriota do terrorista.  Hoje, na democracia, o criminoso consegue o armamento que quer, quando quer, vindo de lugares conhecidos, muitas vezes desviados dos próprios quarteis. Antigamente, no tempo da ditadura, assistia-se, na TV, programas e novelas cujo intuito era a diversão em primeiro lugar, onde a unidade familiar era preservada e todos opinavam em frente ao mesmo aparelho. Havia censura, sim, às vezes até demasiada, e as informações não chegavam aos pés das de hoje, do tempo da democracia, quando se faz apologia à libertinagem e, muitas vezes, às drogas, cujo funk ostentação em nada se parece com as músicas dos anos de 1960 a 1980. Antigamente, íamos aos grandes estádios de futebol (100, 120 mil torcedores)  ver clássicos disputados por grandes jogadores que disputavam a bola com amor à camisa. Haviam torcidas organizadas, sim, que até se estranhavam, mas nada de resultar em assassinatos como acontece nos dias de hoje quando flamenguistas matam vascaínos, corinthianos a palmeirenses, colorados a gremistas e vice-versa, de norte a sul do País. Antigamente, quando havia um crime mais ousado, passional, um latrocínio ou se sabia de um corpo caído no chão, durante meses não se falava em outro assunto. Hoje, em plena democracia, divulga-se as estatísticas de crimes com vários dígitos e ninguém mais os estranha. Antigamente, no tempo da ditadura, os congressistas, os políticos de um modo geral, desempenhavam seus mandatos com orgulho, com brilhantismo e amor à Pátria. Quase sem nenhuma regalia. Tinham de trabalhar para sobreviver. Corruptos, descobertos, eram logo anunciados por uma mídia muito mais independente e execrados perante a opinião pública que ia as ruas mostrar o descontentamento. Fatores que levaram ao maior erro praticado pelo regime militar: AIs, cassações, perseguições, exílios, mortes, etc. Hoje, na democracia que tanto pregam, a farra com o dinheiro público é quase regra. O cara entra na política pra se arrumar. E quando a população se manifesta, muitas vezes é enfrentada com gás de pimenta, balas de borracha e cassetete no lombo, como acontecia durante a ditadura, atitudes que muitos dos políticos corruptos de hoje, 'democratas' àquela época, ainda têm coragem de incentivar. Antigamente, no tempo da ditadura, partidos políticos, como o PT, defendiam transparência, o fim das privatizações, prisão incondicional dos roubadores do dinheiro público e tantas outras posturas éticas. Hoje, na democracia, subornam através de mensalões, defendem companheiros, transportam dinheiro em cuecas, privatizam e enriquecem com muita facilidade. Antigamente, na ditadura, tínhamos dívida externa e inflação. Mas havia preços competitivos, pois a carga tributária dava pro chefe de família viver com quatro, cinco filhos. Hoje, na democracia, não devemos ao FMI. Em compensação, temos a maior dívida interna de todos os tempos e carga tributária das mais altas do planeta. Na ditadura, uma palmada no bumbum do filho não doía, pelo contrário, muitas vezes ensinava. Se podia esfregar o focinho do cachorro na urina deixada por ele em lugar impróprio. Podíamos ir, tranquilos, de carro, à praia, ao cinema, ao teatro e, na saída, o 'possante' estava lá, inteirinho e guardado por um simpático flanelinha que se contentava com um 'siri', pequena pratinha geralmente deixada no cinzeiro. Como também ficávamos tranquilos com a integridade de nossa casa de praia, do sítio e da fazenda. Se podia paquerar a colega de trabalho - com todo respeito, é claro-, e isto era normal. Desde que em segredo. Na ditadura, também era democrático ir às igrejas e aos templos assistir missas e cultos, nos fins-de-semana sem nenhum tipo de lavagem cerebral. No máximo, avós e tias nos levando meio que à força para termos a proteção divina. Como era usar de eufemismos, chamando colegas de 'negão', 'crente' ou 'sua bicha'. Não existiam conselhos tutelares e sociedades protetoras de animais, guardadores autônomos de carros, aproveitadores e sem nenhuma responsabilidade ( procure-os se tiver problema), os sem-terra, sem-teto e sem-vergonha a invadir as propriedades alheias, os advogados espertalhões querendo processar por assédio, redes sociais indiscretas, igrejas e programas evangélicos de TV vendendo produtos ou gritando o tempo todo (como se Deus fosse surdo), processos por discriminação racial ou por causa da preferência sexual e tantas outras pragas surgidas com a democracia. Que pode ser uma m&#*@, mas ainda é o melhor regime que existe. Pena que anda um pouco fora de moda, como alguns um dia falaram sobre a ditadura.

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

BURACO NEGRO

Se você anda meio sem controle, achando que quanto mais melhor, cuidado. O buraco pode aparecer e ser mais embaixo.

DE VOLTA

Embora este blog talvez não tenha a mesma penetração que outros sites ligados a Quissamã, quando se trata de falar da prefeitura daquela cidade, não vou desprezar a oportunidade de anunciar que a nova secretária de Saúde é a Dra. Mara, voltando ao cargo já ocupado, coisas que a maioria ainda não sabe. À velha companheira, desejamos sorte - mesmo porque, em se tratando de Saúde estamos no mesmo barco - muita luz e a devida importância por programas como, por exemplo, o de Doação de Sangue introduzido pela assistente social Márcia e, lamentavelmente, relegado a um segundo plano nos últimos anos.  Muitos 'experts' podem não saber, mas doar sangue faz bem e ajuda a salvar vidas.

RELAXA E GOZA

O prefeito de São Paulo, Fernando Malddad, disse que paga seu IPTU sorrindo, feliz da vida. Ele deve até relaxar e gozar quando faz isto, bem ao estilo da companheira Marta Supliy, aliás, outra campeã quando trata-se de escárnio com a população.

O TROCO

De um cidadão paulista: "Fiz a minha parte: recortei e guardei o jornal com o nome de todos os vereadores que foram a favor do aumento do IPTU em São Paulo, pra não me esquecer deles em 2016". Sabe que ele tem razão. Agora, com o computador, fica mais fácil ainda. É só copiar, colar, salvar ou criar um arquivo só pra sacanagens assim. Mas haja espaço no HD.

PROTEÇÃO

Se a presidente da Petrobras, (des) Graça Foster, que apareceu na capa do "Estadão" de 2/11, com mãos postas em posição de oração na sala, usar mesmo o gatilho para o reajuste da gasolina, mais uma vez o brasileiro sentirá o poder de fogo de uma metralhadora.

SACO CHEIO

Parece que o noivado entre Marina Silva e Eduardo Campos mexeu com muita gente do PT. Talvez sentindo o início da vaca a caminho do brejo, Lula deu pra voltar a falar grosso. O Exú de Nove Dedos tem ido aos microfones dizer: "Se me encherem o saco, em 2018 estou de volta". Será que não é cedo pra isto? Será que ele e o partido já combinaram os próximos cinco anos com a população? De qualquer maneira, é melhor ninguém encher o saco do Lula.

FORA DO RUMO

Governante é tudo igual. Quando espetados, sempre lançam uma cortina de fumaça. O prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, por exemplo, jogou no ventilador os desvios dos fiscais da receita do seu antecessor, Gilberto Kassab, logo após aumentar o IPTU. Já no Rio, o prefeito Eduardo Paes, depois das violentas manifestações e da já esquecida batalha com os professores, manda derrubar a Perimetral para que o foco agora seja este. Sem muito planejamento e causando um caos dos diabos para quem precisa passar por lá, o esforço de guerra ( também conhecido como trolagem, mas que neste caso é uma grande trairagem, uma vez que o prefeito se dizia contra as obras) do governo de Paes pelo menos vem servindo pra muitas coisas. Inclusive deixar felizes várias empreiteiras. Aliás, ao lado do Cristo Redentor, outra maravilha do Rio de Janeiro. 
 
Em tempo: Algumas das opiniões mais comuns nas redes sociais:
"É um absurdo derrubar o que esta funcionando, ainda mais com esse custo todo".
"A revitalização não necessitava que o elevado fosse derrubado".
"Se fosse mesmo para ser derrubado, que as alternativas (viárias e de transporte público) estivessem prontas de antemão".
"O prefeito não poderia ter iniciado a demolição sem um fechamento completo para testar como seria o trânsito".
"O prefeito não ouviu, nem está está ouvindo, a população para não influenciar no assunto".

BRASIL PODE TUDO

Como a maioria dos brasileiros, considero a Lei da Ficha Limpa mais uma que não decola de jeito nenhum. Tal qual a Lei Seca, ela vai continuar privilegiando quem tem mais recursos, sejam eles financeiros, políticos ou mesmo prestígio junto às Cortes. Este pode ser o caso do deputado Paulo Salim Maluf (PP), condenado pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) que pode ( eu falei pode, que no Brasil é peça de ficção) ficar inelegível, perder os direitos políticos, ter o mandato cassado e devolver alguns milhões ao Estado de São Paulo pelo superfaturamento do Túnel Ayrton Senna. Não sei de qual possibilidade rio mais. Como se pode ver, este não é um País sério.
 

terça-feira, 5 de novembro de 2013

VITÓRIA DE LINDBERGH

Independente do apoio de Cabral e Pezão, que ainda não decidiram se vão ou se ficam, se são contra ou a favor (muito pelo contrário, mesmo porque o candidato do PMDB não decola mesmo), o senador Lindbergh Farias acaba de obter uma importante vitória na sua trajetória política rumo ao Palácio Guanabara, ano que vem. De maneira unânime, o STJ cassou decisão da 10a. Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio que o condenava por improbidade administrativa, suspendendo os direitos políticos por cinco anos. Com fôlego renovado, bem diferente do também candidato - e indignado-, deputado Anthony Garotinho, o senador deve partir pra cima e intensificar as caravanas por todo o Estado do Rio.
 

segunda-feira, 4 de novembro de 2013

PREFEITO NA BERLINDA

Sem entrar no mérito, acho hilário pessoas acreditarem que o prefeito do Rio, Eduardo Paes, vai perder a função pública e ter suspensos os direitos políticos de cinco a oito anos como pede o MP Estadual à Justiça. A ação refere-se ao envolvimento entre o prefeito e o presidente da Riotur, Antônio Pedro Figueira ( neto do dono de empreiteira doadora da campanha de Paes), que pode ter 'ganho' o cargo em retribuição.

QUISSAMÃ EM PERIGO

Você chega à conclusão que a coisa tá muito feia, em se tratando de segurança pública, quando Quissamã, cidade pequenina, localizada no interior, com atividade comercial modesta e pessoas simples, começa a registrar dezenas de assaltos e furtos com certa frequência. Sabemos que a prática criminosa, na maioria das vezes, está associada às políticas sociais, mas é de se estranhar que isto esteja acontecendo por lá onde existem dezenas de programas desta natureza. Com a palavra, os 'especialistas'.

CAMELÓDROMO EM NITERÓI

Herança maldita dos vários governos que passaram pela cidade, o comércio de rua de Niterói continua desorganizado, mal fiscalizado e, agora, repleto de 'vendedores' das mais variadas nacionalidades. Nada contra quem tenta ganhar seu dinheiro ( 'a gente podia estar roubando, matando e se prostituindo'), desde que não atrapalhem os transeuntes como vêm fazendo ao colocar bancas onde querem quase com a leniência de quem deveria, pelo menos, exigir que fizessem isto em lugares mais apropriados. Para nós, claro. Já que Niterói se tornou o paraíso desta economia informal ou subterrânea, o prefeito bem que poderia pensar em alojá-los em um lugar amplo que se tornasse referência para a compra e venda de artigos populares.

VISITAS ILUSTRES

O prefeito de Niterói, Rodrigo Neves (PT), vem se aproveitando - e bem - do interesse de políticos pela cidade. Tem sido comum a ida de alguns  para 'inaugurar' obras ao lado do alcaide, como aconteceu com a duplicação da Avenida do Contorno e o novo Terminal das Barcas. Figura carimbada nos últimos dias, o deputado licenciado e secretário estadual de Transportes, Júlio Lopes (PP), está no topo da lista. Será prestígio pessoal de Rodrigo, reaproximação entre seus partidos ou campanha política antes da hora, a chamada extemporânea?

domingo, 3 de novembro de 2013

PRA COMEÇAR A SEMANA

CACHORRO MORDIDO POR COBRA, ATÉ DE LINGUIÇA TEM MEDO.
(popular)

LUXO NAS RUAS

A prefeitura de São Paulo confirma o que muitos já sabiam: carrões novos, adquiridos por pessoas ligadas à administração pública, também podem refletir a cor da corrupção. Que pode ter, ainda, concussão, lavagem de dinheiro, advocacia administrativa e formação de quadrilha como acessórios principais. E, claro, leniência. Muita leniência sentada no banco do carona. Mas, às vezes, a viagem torna-se desagradável, até com rota de colisão. E foi isto que aconteceu com agentes ligados à subsecretaria da Receita, na gestão do ex-prefeito Gilberto Kassab, acusados de desviar algo em torno de R$ 500 milhões dos cofres públicos nos últimos três anos. Com eles a polícia encontrou, por exemplo, Porsches, BMWs, motos e lanchas caríssimas, bens só compatíveis, mesmo, com um grande esquema de corrupção.


sábado, 2 de novembro de 2013

INFERNO XIS

Papai, o governo brasileiro, e mamãe Justiça (?) devem ser o x da questão dos problemas vividos por Eike Batista, tendo os bancos estatais como padrinhos. É que a petrolífera OGX já entrou com um pedido de recuperação judicial. Trata-se do último recurso antes de uma possível falência da empresa. O pedido de recuperação judicial dá mais um prazo para a petrolífera tentar quitar suas dívidas que, salvo engano - bota engano nisso - só serão pagas por nós mesmos. Será que Eike estará sofrendo a tal da Maldição do Petróleo ou será ( lembrando o Dia de Finados) que é praga da familia que seu filho, Thor Batista, enlutou ano passado?

JUNTINHOS

Não há como defender tese em contrário: a política faz muito bem pra saúde ( em todos os sentidos). A coisa é tão boa que quem entra não quer sair, quem tá fora quer entrar e quem saiu luta pra voltar. Desesperadamente. É o caso do ex-governador, prefeito e senador, José Serra, que já começou a infernizar a vida de seu partido, o PSDB e do pré-candidato a presidente, Aécio Neves. Ele não se conforma com a última derrota e com a ideia de apoiar o senador que pode até não estar muito bem nas pesquisas ou tirar a reeleição das mãos de Dilma Rousseff mas, pelo menos, é algo diferente e uma boa 'arma' dos tucanos. Acho que o velho Serra deve tentar outra cartada, isto se as dúvidas que vêm pairando sobre sua cabeça e a ligação com Gilberto Kassab (os dois governaram São Paulo juntos, tendo Kassab se tornado criatura sua ao assumir a prefeitura ) não atrapalharem.
 

quinta-feira, 31 de outubro de 2013

SUPERPODEROSAS

Bem longe de serem como a cantora Anita e suas meninas, cujos atributos físicos lhes dá tal condição ( e bota longe nisso), a chanceler alemã Angela Merkel e a presidente Dilma Rousseff foram eleitas como as mulheres mais poderosas pela revista norte-americana Forbes. De acordo com a revista, esta lista publicada anualmente inclui as mais poderosas figuras do mundo feminino na política, economia, cultura, artes e desporto, elencando-as por "dinheiro, presença nos meios de comunicação social e impacto". Claro que se fosse por beleza e elegância, a brasileira e a alemã sequer passariam perto.

TRAIDORES DA PÁTRIA

Enquanto o País sofre com a falta de patriotismo de milhões de brasileiros que colocam no Congresso, nas assembleias e nas câmaras municipais 'representantes' através do toma-lá-dá-cá, trocando votos por mercadorias, tem gente preocupada com a decisão legítima de Diego Costa de jogar pela seleção da Espanha na Copa do Mundo de Futebol em 2014. O próprio técnico Felipão, talvez pressionado por dirigentes da CBF que insistem na "Pátria com Chuteiras", do saudoso Nélson Rodrigues - tempo que não queremos reviver mais -, vai a público criticar a atitude do rapaz, se esquecendo que ele mesmo dirigiu a seleção portuguesa tendo em campo os jogadores Pepe e Deco, cuja dupla cidadania, igualmente legítima, não ofendeu a nenhum de nós. Condição esta que até Lula, um dos brasileiros mais conhecidos no mundo, hoje, tem, por ter requerido cidadania italiana já que é casado com filha de italianos. O que nos ofende é a hipocrisia de quem insiste em ver o futebol como salvador da Pátria, sentindo-se um grande patriota por pensar assim mas, além de votar por interesse pessoal, nunca se manifesta quando o assunto se refere a enorme carga tributária que pagamos, à falta de segurança, ao péssimo atendimento nos hospitais, aos baixos salários dos aposentados e, principalmente, à corrupção praticada por políticos, estes, sim, os maiores traidores do Brasil. 


quarta-feira, 30 de outubro de 2013

PLANEJAMENTO É TUDO

Não somente por uma questão de organização, mas principalmente por uma questão de sobrevivência das organizações, o planejamento passou a ser prioridade. Este tema é discutido tendo como cenário uma história real relatada no cinquentenário filme "Fugindo do Inferno", onde se planeja a fuga de 250 presos de um Campo de Concentração durante a II Guerra Mundial...ver vídeo

GATILHOS

Do jeito que alguns petistas vêm elogiando o velho Sarney, - entre eles o 'amigo' Lula - acho muito provável o governo render-lhe uma desastrada homenagem muito em breve. Quem sabe começando pelo gatilho no reajuste dos preços da gasolina? Pra quem não sabe, como nas vezes anteriores, este dispositivo manteve o País numa grande crise com os preços subindo e autoalimentando a inflação. É bom as forças de segurança estarem atentas, pois o disparo de gatilhos lembra violência, e sempre preparadas para o ataque de manifestantes.

AMBIÇÕES DO PT

Longe de ser santo, o ex-presidente Lula resolveu sair da clausura e participar mais ativamente da política brasileira. Já em plena campanha, diz apoiar a reeleição de Dilma e estar preparado só para 2018. Particularmente, não acredito nem em uma coisa nem outra. É bom a presidente ficar bem atenta às ambições dos companheiros petistas. 

POR QUE? SABE-SE PORQUE.

Sabe por que um policial mata um menino inocente, sob alegação de o gatilho 'ter disparado sozinho ao descer da viatura', e não acontece nada? Por que políticos usam e abusam do cargo, corrompem e são corrompidos, e nada acontece ( no máximo um faz de conta dos tribunais)? Profissionais da medicina injetam substâncias erradas em recém-nascidos e idosos, matando-os e, também, não dá em nada? Sabe por que homens, supostamente, enciumados ou com raiva pelo fim de um relacionamento, assassinam mulheres e filhos e, quando entrevistados ou expostos, não estão nem aí? E por que pedófilos e estupradores cometem suas taras sempre com gosto de querer - e vão - fazer mais? E por que roubam e matam com o mesmo sentimento? A resposta para todos estes desvarios é simples: a certeza da impunidade e a leveza das leis brasileiras.

terça-feira, 29 de outubro de 2013

DESLUMBRADOS EM MACAÉ

Recentemente, conheci o prefeito de Macaé, Dr. Aluísio (PV), o qual só conhecia de ouvir falar. E bem. Mas já vi que ele, como a grande maioria, se entusiasmou tanto com o cargo que resolveu liberar o tal do processo seletivo. E começou pela Educação. A Fundação Educacional de Macaé (Funemac) já abriu inscrições para a contratação temporária visando atender a termos de convênios, acordo, programas, ajuste e prestação de serviços para execução de obras, de caráter comum ou de urgência, com possibilidade de formação de cadastro de reserva, aberrações administrativas que ninguém consegue inibir. Como se vê, nem o 'doutor'.

GAROTINHO EM 2°

Em todas as pesquisas de intenção de voto para o governo do Rio, o deputado Garotinho aparece em segundo lugar. Perde sempre para o Branco/Nulo + Não sabe. Na cola vêm os senadores Crivella e Lindbergh, com o vereador César Maia e o vice Pezão bem mais afastados. Como nas eleições do ano que vem não deverão faltar candidatos ( fala-se ainda nos deputados federais Jandira, Miro e Romário e até no técnico Bernardinho), qualquer um pode ir para um certíssimo segundo turno. Pelo visto, só não se sabe quem contra quem.

CACHAÇA DE QUISSAMÃ

O bar Tatu Bola, tradicional ponto de encontro de público mauricinho em SP, acaba de lançar uma cachaça de fabricação própria. A chamada Pinga da Casa é feita de cachaça envelhecida em carvalho, melaço de cana e polpa natural da fruta do maracujá. Tem toque doce cítrico e pode ser consumida em doses, que custam R$ 7. Quem quiser pode levar uma garrafa da bebida por R$ 140. Uma boa ideia ( não necessariamente a 71)  para a turmada do município de Quissamã que vem produzindo a 'mardita' por lá.
 

CÂMARA DE IDIOTAS

Não sei a razão para tanto espanto quanto as declarações do vereador de Piraí que disse: " mendigos deveriam virar ração para peixes". Eu mesmo já ouvi - e ainda ouço, às vezes, quando dá  - tanta bobagem assim que não é de se estranhar a cometida pelo energúmeno. Aliás, pessoa inútil como a maioria de seus colegas Brasil à fora. Uma pena que a cidade do vice-governador do Rio, Pezão, a primeira do País a se tornar digital, ainda vote em vereador como este que pelo visto só pensa em gente na hora do voto. Como a maioria de seus colegas Brasil à fora.
 

sábado, 26 de outubro de 2013

FRASE DA SEMANA

Esta é para aqueles que vêm se digladiando ( a maioria através de blogs, fakes ou comentários anônimos):
"Quem tem telhado de vidro não atira pedras no do vizinho". Ou como tem muita gente por aí, metida a poliglota, "people who live in glass houses, shouldn't throw stones"  

 

QUADRO DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA

A gente dá risada, é óbvio. Mas já estive em muitos 'momentos cívicos' importantes, ao lado de autoridades e as vi fazer o mesmo que esta senhora no vídeo abaixo. Uma pena que já não se respeita e canta o Hino Nacional como antigamente. Uma pena que tudo isto seja verdade.

PREFEITURA BONDOSA

Que mal exemplo vem da prefeitura de Itaguaí. É que ela quer dar uma gratificação de até R$ 12 mil para os médicos de lá que não faltarem ao serviço e mantenham-se pontuais. Gostaria de saber se o prefeito também vai conceder o mesmo agrado aos outros servidores públicos que não faltarem ou chegarem atrasados. Afinal, a desculpa de que os salários dos médicos de Itaguaí são baixos (cerca de R$ 2 mil) não cola, pois todos os outros também devem ser. E aí?

DESCULPAS ESFARRAPADAS

Em tempo de campanha - e o governo está sempre nele -, nada como evocar a figura da xenofobia, enganando, duas vezes, aqueles que vêem no Programa Mais Médicos possibilidade de cura e bom tratamento, mágico, vindo de fora. Pedir desculpas a um médico cubano, como fez a presidente Dilma, esta semana, em solenidade transmitida para todo o Brasil, além ter sido uma péssima estrategia, quase beirando a uma piada de mau gosto pelo que o programa representa, também nos ofende a todos que continuamos a ter péssimo atendimento pelo SUS e planos de saúde privados dos mais caros do planeta. Fora isso, senhora presidente, que não tem nada de humilde (haja vista a eterna cara de quem comeu e não gostou), praticamente, 200 milhões de brasileiros - inclusive, os próprios estrangeiros muito bem tratados aqui - exigem desculpas, sim, pelos baixos salários da grande maioria, pela vida miserável de aposentados, pelo assistencialismo desregrado das bolsas, pelo aumento do consumo de drogras, guerra civil que vivemos, transportes caros, caóticos e inseguros, educação sempre abaixo da média, inflação acima dos limites aceitáveis, corrupção em todo aparelho do Estado, interferência ampla, geral e irrestrita nos poderes da República - República esta que, aliás, vive um momento de quase ditadura - e pelas disfarçadas privatizações, agora, protegidas por forças de segurança coibindo estas e outras manifestações vindas das ruas. Será que Dilma Rousseff teria coragem de, um dia, vir a público, reconhecer que nos impinge tal condição em nome de interesses partidários dos quais não consegue se libertar? Será que conseguirá se desculpar com todos os brasileiros que sofrem com todos estes problemas, apesar de ser a quinta economia mundial? Ou continuará agindo como um poste, simplesmente, passando à História e o bastão para outros 'companheiros'?