sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

SEM REFORMA

Tudo indica que o governo não vai conseguir aprovar a Reforma da Previdência nem este ano. Prova da grande dificuldade que a Câmara teria de receber pelo menos os 308 deputados necessários para a aprovação em dois turnos de votação é que até o vice-presidente da Casa, Fábio Ramalho -  a exemplo do presidente Rodrigo Maia -, acaba de jogar a toalha ao dizer que, segundo levantamentos, o governo teria no máximo 220 votos (quanto otimismo!). Mesmo assim, a primeira votação está confirmada para logo depois do Carnaval, no dia 19 de fevereiro, e o cenário tende a ficar ainda mais difícil para se virar o jogo, mesmo com Michel Temer conversando ao pé da orelha com líderes evangélicos, empresários, como Sílvio santos que foi lá pegar seu aviãozinho de dinheiro e liberando verbas, distribuindo cargos, etc. A verdade é que por ser ano eleitoral, e a maioria daquela gente que habita e negocia no Congresso Nacional, ninguém quer correr riscos por saber que a reforma é uma grande furada e pode dificultar ainda mais seus planos de reeleição. 


CARAS DE PAU

Se fosse instituído o Prêmio Cara de Pau a políticos brasileiros, o presidente Michel Temer só perderia para o hours concours Lula da Silva que diz ser o mais honesto do País. Esta semana, durante as respostas encaminhadas à Polícia Federal sobre supostas irregularidades na edição de um decreto que teria beneficiado empresas do setor de portos, Temer disse que não recebeu nenhuma oferta de valor pra inserir dispositivos mais benéficos no Decreto dos Portos, ainda que em forma de doação de campanha eleitoral. "Em tal hipótese, minha reação seria de enérgica repulsa, seguida da adoção das medidas cabíveis (seriam parecidas com as ações de indenização que ele pediu a Joesley Batista e que acaba de perder?). Mas o pior foi o impoluto, o irrepreensível, o político acima de qualquer suspeita Temer dizer que a PF vem agindo com "agressividade, desrespeito e, portanto, impertinência com tantas perguntas descabidas e sem propósito". Esqueceu só de justificar por que gasta tanto dinheiro público para que deputados arquivem processos contra ele quando poderia ser uma grande oportunidade de mostrar sua honestidade, honradez e patriotismo?  


DE NITERÓI PARAR O MUNDO

O governo de Michel Temer tem colecionado uma série de derrotas pois todos sabem que onde tem (P) MDB tem coisa errada, desvios dos mais variados, corrupção, muita corrupção e forçação de barra. Como vem tentando fazer ao insistir na indicação da deputada Cristiane Brasil como ministra do Trabalho. Mas só que no meio do caminho tem Niterói. Tem Niterói no meio do caminho e ela, pelo menos até agora, continua barrada pela Justiça através do juiz Leonardo Couceiro que concedeu liminar em razão de uma ação popular movida após a divulgação de várias denúncias contra ela. A ex-futura ministra tem contra ela várias condenações trabalhistas, além de ter sido citada na Lava Jato em delação premiada. E outro detalhe que por si só deveria fazer com que o governo desistisse de nomear alguém com tamanho currículo: quem assume como suplente é Nelson Nahim - irmão de Anthony Garotinho - condenado a 12 anos por exploração sexual de menores e ela é filha de Roberto Jefferson, aquele que cumpriu prisão pela participação no mensalão e delatou os próprios colegas de parlamento com os quais conviveu durante os muitos anos de bons vinhos, bons charutos, boa música etc.



BALÃO DE ENSAIO

As redes sociais têm espalhado um vídeo com um depoimento de um cara, supostamente, bem informado, que faz duas perigosas revelações: Lula será absolvido na próxima quarta-feira pelo placar de 2 x 1 e que mesmo assim não será candidato à presidência. Pra começar, não creio que os três desembargadores do TRF-4 de Porto Alegre tenham revelado o placar nem pra seus maiores confidentes, tampouco, pra presidente do STF, com quem o presidente daquele Tribunal esteve no início da semana, pois todo mundo - e boa parte do planeta - tem acompanhado tudo relacionado ao julgamento do maior larápio da história do País com muita atenção e possíveis vazamentos não cairiam como balões de endaio desta maneira. Segundo, a Justiça não vai deixar passar a oportunidade de confirmar a decisão em primeira instância do juiz Sérgio Moro que conduziu o processo com " maestria" revelando fatos irrefutáveis de condutas criminosas do autor do maior projeto criminoso de poder até hoje instalado por uma quadrilha e o PT, seu partido. Por fim,  considero que as instituições, por mais falidas e desacreditadas que estejam, não vão tirar alguém na marra por mais que tenham cometido práticas criminosas como fez Lula e seus petralhas, muito menos as Forças Armadas que existem para preservar a ordem e ainda estão acima de toda a sujeira política espalhada mas que a parte boa da Justiça pretende começar a erradicar condenando Lula no dia 24, aliás, algo que a maioria dos brasileiros e brasileiras almejam há muito.

SEM ACORDO

A presidente do Supremo Tribunal e do Conselho de Justiça, ministra Carmem Lúcia, recebeu, na segunda-feira (15), o presidente do Tribunal Regional Federal - o famoso TRF-4, de Porto Alegre (RS) - desembargador Carlos Eduardo Thompson Flores, para tratar de vários assuntos relacionados ao julgamento de Luís Inácio Lula da Silva, já condenado em primeira instância por Sérgio Moro. Fato. Entretanto, corre à boca miúda, ou seja, nas muitas mensagens que circulam nas ferramentas da internet, precisamente, no WhatsApp, que entre os temas da conversa, possivelmente, estariam questões de segurança e até possíveis pressões para que o maior larápio de dinheiro público da história do País seja absolvido. Os muitos áudios viralizados, uma vez que o assunto desperta o interesse de algumas centenas de milhares de pessoas Brasil afora, sem falar nos muitos espalhados pelo mundo com os olhos e ouvidos grudados no celular, fazem até afirmações de que o placar será 2 x 1 favorável ao autor do maior projeto criminoso de poder e chefe de uma facção conhecida hoje como Partido dos Trabalhadores (PT), pelo menos, da banda podre que para muitos hoje constitui-se como a maioria de seus "chefes". Excetuando-se as muitas 'invencionices' criadas pelos adeptos do WhatsApp, do facebook, do twitter e das demais fontes de informação em tempo real, vindas das mentes criativas ou daqueles que querem apenas ganhar likes, joinhas e apenas se projetar ganhando mais seguidores, não se pode dizer que não exista uma 'torcidinha' de muita gente por aí para que Lula saia bem desta e possa concorrer às próximas eleições, evitando aquilo que vem se convencionando chamar de 'grande perturbação da ordem pública e abalo à paz e harmonia do Brasil' pelos problemas que podem advir no caso de uma nova derrota dele naquele Tribunal. Que me desculpem os que pensam contrário, mas dane-se a paz e a harmonia de um País que foi - e ainda está pelo PMDB e seus comparsas - destruído pelos lavradazes e inimigos de uma República e que continuarão apequenados ( o Brasil e as instituições)  se o resultado for diferente de uma condenação por 3 x 0 ou 2 x 1 como querem milhões de brasileiros humilhados e empobrecidos pelos corruptos da política, fora dela e por uma parte da Justiça que, até o momento, tem tirado a venda para dar veredictos favoráveis aos poderosos.

segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

PRA COMEÇAR A SEMANA

Petistas que não sabem a diferença entre Forza, Luca e Força, Lula podem querer o quê?

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

DIA D

           No próximo dia 24, portanto, daqui a duas semanas, acontece o julgamento do cadáver político e principal autor do maior projeto criminoso de poder, Luiz Inácio Lula da Silva, em Porto Alegre (RS). O ex-presidente (e porque não dizer o Partido dos Trabalhadores) estará sendo julgado por três desembargadores da 8a. turma do TRF4 (Tribunal Regional Federal da 4a. Região) que vão analisar o crime de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex e 'bater o martelo', ratificar a condenação feita pelo Ministério Público, através do juiz Sérgio Moro (9 anos e meio de prisão), aumentá-la, colocá-lo atrás das grades, enfim, revelar ao País e ao mundo se Lula poderá entrar na disputa presidencial deste ano e dos próximos uma vez que, entre os possíveis desdobramentos, também estarão em jogo as regras eleitorais, a Ficha Limpa e a inelegibilidade que a petralhada considera injusta por considerar "eleição sem Lula golpe". 
           Ou se o homem mais honesto do Brasil, como ele se intitula, vai poder sair pela porta da frente rindo da cara da população e disputar o pleito contra Jair Bolsonaro, Marina, Ciro, Álvaro ou Dória/Alckmin, algo que eu e as torcidas do Flamengo e do Corínthians duvidamos e consideramos improvável haja vista as provas incontestes contra o chefe da organização que liderou, permitiu e incentivou o roubo de cerca de R$ 230.000.000.00 (R$40 bilhões com os jogos olímpicos; R$30 bi com a copa do mundo; R$121 bi desviados da Petrobras; R$12,6 repassados a 7,700 ONGs; R$ 16 bi em publicidade nos (des)governos de Lula e Dilma; mais de R$1 bi para o MST e outros movimentos ligados ao PT; R$ 204 milhões de cartão corporativo (gastos secretos), na gestão Dilma; R$65,9 milhões repassados a UNE; R$11 milhões a blogueiros só às vésperas do impeachment de Dilma; quase R$ 20 bi para a 'companheirada' de Cuba, Bolívia, Venezuela, Argentina e países africanos, sem contar os R$ 3 bi pagos pela Petrobras a investidores americanos para encerrar a ação coletiva de americanos contra a estatal.
           Agitadores do PT, da Frente Brasil Popular, do MST, bolivarianos, comunistas, socialistas, centenas de desocupados 'subsidiados' por sindicatos, 'subsidiados' pelo PT e seus puxadinhos,etc., já começaram a se mobilizar para criar mais caos institucional, desordem pública, instabilidade, possível quebra-quebra por causa da decisão do Tribunal, desfavorável a Lula mas favorável à vontade da maioria do povo brasileiro e o governo federal (mesmo sendo do (P)MDB que durante 13 anos apoiou e fez parte dessa canalhada) diz que vai conseguir controlar a situação e assegurar que o veredicto seja cumprido com paz e serenidade. Algo que deveria ser sua obrigação tanto quanto a honestidade, a capacidade de administrar para todos, não desviar dinheiro para fins escusos, como comprar a camarilha de parlamentares e outros deveres que assegurassem a ordem e o progresso. E é aí que muita gente começa a preocupar com o evento do dia 24, início do fim do período mais negro da história do Brasil (fica faltando apenas a grande faxina no Congresso, enterro definitivo de Lula ou com uma anarquia sem precedentes bem ao estilo de um PT que o Brasil não deseja mais e deve ser , devidamente, rechaçada pelas forças de segurança e pelo povo que deseja mudança. De verdade.
         

segunda-feira, 8 de janeiro de 2018

RESGATANDO A FAMÍLIA

A indicação da ministra do Trabalho, Cristiane Brasil, como sempre acontece por estas bandas de espertos bandoleiros, não seguiu critérios técnicos, tampouco, sua brilhante e vasta experiência administrativa. Ela se deu como parte de um acordo entre o presidente da República, Michel Temer e o presidente do PTB, Roberto Jefferson  (aliás, pai da nova ministra) que até pouco tempo cumpriu pena por seu envolvimento em crimes relacionados ao mensalão. Mas não foi só por isso, não. É que depois das "merecidas" férias dos deputados, o governo deve insistir em aprovar a reforma da Previdência e o partido do papai, o carioca Jefferson - pré-candidato a voltar ao Congresso, agora por São Paulo, depois da inelegibilidade e das muitas coisas  erradas que confessou e mostrou a todo Brasil - e da ministra já fechou questão, ou seja, disse que votará a favor. E no país dos malandros e lavradazes e do mais absoluto surrealismo, quem assume a suplência de Cristiane - que tem uma grande pendenga na Justiça do Trabalho por não assinar a carteira de um ex-funcionário - é Nelson Nahin ( irmão de Garotinho), recentemente, preso por envolvimento em exploração sexual de menores. E para selar os muitos acordos e fechar com chave de ouro a indicação da ministra do Trabalho, vem a pérola de Jefferson:" É um resgate da família".

INIMIGOS DO POVO

Dentre os muitos absurdos cometidos no Congresso Nacional, notadamente, pelos senadores da República, como os desvios das mais diferentes naturezas, bem como não fazerem nada de produtivo para o País ( no máximo um projetozinho de pouca importância ou indo do nada para o lugar nenhum), algo vem chamando a atenção pela inconstitucionalidade e pela imoralidade, injustiça,  mesmo, de se acabar com um direito adquirido. Como vem fazendo o senador gaúcho, Lasier Martins, relator pelo fim da estabilidade para os servidores públicos. O cara só pode estar sofrendo das faculdades mentais ou se inspirando no presidente Donald Trump, cuja capacidade psicológica - pra não dizer psíquica - começa a ser questionada pela Justiça americana, o que deveria acontecer por aqui quando o político comete barbaridades como estas. Ele, seus colegas de Parlamento, jornalistas como Ricardo Boechat ( que parece apoiar a má ideia) e outras pessoas induzidas ou desinformadas têm de saber que os servidores públicos se prepararam, prestaram concursos difíceis e foram aprovados. E mais: trabalham e contribuem direitinho para manter tudo que aí está. Sendo assim, senhores, tentem arranjar bons motivos para justificar o pior momento pelo qual passa o Brasil que não seja a corrupção, a incapacidade dos gestores, o desperdício, o nepotismo, a cara de pau dos políticos, etc.

PRA COMEÇAR A SEMANA

Existem coisas que são tão claras que não as percebemos. Certa vez um homem ignorante saiu com uma tocha na mão procurando fogo. Se ele soubesse o que era o fogo teria cozinhado seu arroz bem mais cedo. (Confúcio)

quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

PANORAMA

VOX DO POVO

Tem gente que insiste em dizer que o ex-presidente Lula é "o cara". Além de negarem que ele fez o que fez, isto é, que desviou dinheiro público através da propina que recebia de empresários, mesmo durante o (des)governo da companheira Dilma (público, sim, ou alguém acha que os empresários davam dinheiro do próprio bolso e existe café de graça?), através de obras em apartamento, sítio e até na fundação que leva seu nome, líderes do PT e do maior projeto criminoso de poder até hoje instalado no País estão se mobilizando para o julgamento do recurso de Lula no TRF da 4a. Região dia 24 próximo. A camarilha e o grupo de desocupados, certamente, bancados pelo partido, diz que deverão reunir um milhão de pessoas nas ruas de Porto Alegre para tentar atrair mais holofotes para o show que, entre outros artistas, deve receber o líder do U2, Bono Vox. 


MÉNAGE À TROIS


Enquanto isso, a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffman, uma das mais "ovacionadas" ( no caso, pelos muitos ovos que tem recebido por onde passa) repete aos quatro ventos que o dinheiro acabou para a campanha de 2018 e que todos os movimentos de apoio a Lula são espontâneos e vindos de militantes que torcem pela absolvição do ex-presidente e pelo restabelecimento da verdade (aquela que diz que Lula não fez o que todo mundo sabe que fez). E por falar em Gleise, amiga e parceira de gente boa como Lindbergh Farias, Roberto Requião, Vanessa Grazziotin e tantos outros que deverão estar em POA dia 24 de janeiro, quando é que a Justiça vai conseguir colocar as mãos nela - conhecida como 'amante' - e em seu marido, Paulo Bernardo, pelo recebimento de doação ilegal de R$1 milhão para sua campanha ao Senado, em 2010 e crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro?

GOVERNO QUE TRABALHA

Definitivamente, o governo Temer e o Congresso Nacional são os que mais têm trabalhado nos últimos tempos. Não para a  maioria da população e sim para atender seus próprios interesses políticos, pessoais e, principalmente, da classe empresarial que os mantém. Aliás, prática corriqueira em Brasília e em qualquer outro cantinho onde também haja uma prefeitura, uma câmara de vereadores, etc. Para se ter ideia do quanto eles vêm 'se esforçando', só no ano passado conseguiram aprovar a Reforma Trabalhista, que contempla a muitos, menos aqueles que trabalham e precisam de alguma estabilidade; antes do Natal, emprestaram rios de dinheiro para os empresários, bem como perdoaram dívidas das mais diversas; dizem ter conseguido um superávit de R$67 bi e mesmo assim não conseguiram gerar um emprego sequer (pelo contrário, o empresariado desempregou mais 13 mil pessoas) e, agora, se preparam - para depois das merecidas férias super bem-remuneradas - tentar aprovar a Reforma Previdenciária o que, pessoalmente, acho que não conseguirão por não serem trouxas já que neste ano acontecem eleições para definir quem vai e quem desce latrina abaixo.

TEM QUE MANTER ISSO, VIU?

Com a exoneração do ex-ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, que saíram para ser candidato a deputado, o covil precisava de uma nova serpente. Aí, reuniram-se Michel Temer, Eliseu Padilha e, muito provavelmente, Moreira Franco, para decidir quem seria o mais preparado para assumir em seu lugar. E como o governo tá desesperado pra não cair e todo apoio é necessário neste momento, perguntaram ao pai da futura noiva, presidente do PTB e ex-presidiário, Roberto Jefferson (aquele que por revanche entregou os colegas do PT e fez desaparecer grana do partido), quem entende do riscado e podia assumir. Resposta: minha filha, a deputada federal Cristiane brasil (com b minúsculo) que, além de super-preparada, 'conseguiu resgatar o nome da família. Ah, e me permite voltar a conquistar um mandato, desta vez por São Paulo'(em tempo: quem assume o lugar da 'louríssima' Cristiane é Nelson Nahim - irmão de Garotinho - preso em 2016 sob a acusação de participar de uma rede de exploração sexual de crianças e adolescentes. 

SAÚDE NO CTI 

Toda semana eu pesco algo que vem viralizando no whatsapp e pode ser verdade. Após parciais pesquisas, para que não pairem dúvidas, nem maledicências, publicamos a quase falência da saúde pública do Estado do Rio de Janeiro:
Hospital Saracuruna: fechado
Hospital Getúlio Vargas: idem
Hospital da Mulher: idem
UPA´s: fechadas
Hospital Grafée Guinle: fechado
Hospital da Mãe: fechada
Hospital Albert Schweitzer: idem
Hospital Rocha Faria: parcialmente fechado
Hospital Mário Kroeff: fechando
Hospital São Francisco: idem
Hospital Beneficência Portuguesa, do Fundão e da UERJ prestes à
Hospital Pinel ( onde tanto aprendemos como estagiários de psicologia nas décadas de 70 e 80): com a emergência fechada






quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

TÁ MELHOR PRA VOCÊ?

Prefeitos dos 5.570 municípios brasileiros acabam de completar seu primeiro ano à frente da administração pública e, na grande maioria deles, das câmaras municipais onde costumam ditar o que tem de ser feito. Passados os famigerados 365 dias de mandato, os quais costumam chamar de período para "arrumarem as casas", uma vez que os antecessores as deixaram "sujas, cheias de dívidas e de compromissos não cumpridos, apinhadas de parentes e amigos nomeados, enfim, com muitos problemas, principalmente, na educação, na saúde, na segurança, nos transportes, nas folhas de pagamento e que deverão ser sanados no primeiro ano" (conforme as muitas promessas de campanha), vêm as grandes perguntas que ninguém quer calar (exceção para os alcaides, seus colaboradores e aspones que costumam comprar a imprensa e utilizar os chapas-brancas para esconder as verdades): 
1- Seu município conta com serviços públicos melhores, isto é, você, se matriculou filho, neto, sobrinho na escola/creche, conseguiu onde queria?
2- Você, ou alguém da família, se recorreu a algum atendimento na área de saúde, foi bem atendido?
3- A máquina encontra-se menos "inchada", com menos contratados, mais eficiente, prestigiando os concursados, etc.? 
4- E por falar em contratados, em 2017 o percentual de reajuste, pela data-base, previsto em lei, aconteceu?
5- Há meritocracia onde você vive?
6- Na prefeitura do seu município acontece nepotismo direto ou indireto (nomeação de parentes de prefeitos e secretários ou de vereadores)?
7- Você tem andado pela ruas em qualquer hora do dia e se sentido seguro?
8-  A qualidade de vida melhorou, com diminuição da linha de pobreza, redução do déficit habitacional com a construção ou melhoria das habitações populares e elevação da autoestima da população?
9- A prefeitura tem atraído investimentos capazes de gerar postos de trabalho?
10- Os cidadãos do lugar onde você e sua família vivem estão mais felizes?

Muito dificilmente, surgirá no cenário político-administrativo um munícipe que responda SIM às 10 perguntas. Vive-se um momento conturbado, com problemas que vão da crise institucional,  economia, desemprego, à corrupção que, apesar dos esforços de alguns poucos, continua se alastrando, produzindo reflexos em cada cantinho do território nacional. Mas isto não pode, tampouco deve, ser usado para justificar a mesmice das administrações anteriores que parece prevalecer nas atuais. Afinal de contas, todos que aí estão, hoje, com as canetas e cetros nas mãos, sentados nos tronos, alguns nababescos, prometeram, nos palanques, "fazer de tudo para usar seus muitos atributos, o conhecimento político e os recursos disponíveis para dar dias melhores ao povo". O primeiro ano já passou e é bom que parem de choramingar, colocar a culpa de tudo na crise e vão à luta. E, claro, de pensar em fazer alguma coisa só quando se aproximarem as próximas eleições, a chance da reeleição (no caso dos neófitos) e os milagres da multiplicação começarão a acontecer pois, felizmente, esta época está chegando ao fim tanto quanto os políticos corruptos e espertos que insistem em tais estrategias.   




NO PAÍS DOS PINÓQUIOS

Segundo dados oficiais, o prefeito do Rio, Marcello Crivella,  em seu primeiro ano de mandato, só conseguiu cumprir nove das 54 promessas feitas durante a campanha, ou seja, apenas 16,6 %. O que, em termos nacionais, não é nenhuma novidade pois os alcaides - e os políticos de um modo geral - estão pouco se lixando para o fato de os narizes crescerem e, principalmente, para os moradores de suas cidades. Mesmo sendo 2018 ano de eleições gerais ( só ficarão de fora os pinoquios e os bajuladores também, chamados de vereadores), bem que poderia se começar a aprovar uma lei que obrigasse o político eleito para o Executivo cumprir, integralmente, todas - ou a maioria - as promessas de campanha pelo menos nos dois primeiros anos sob pena de perder o mandato para o vice, ou melhor, para o presidente da Câmara. E ainda ficar inelegível. Afinal de contas, mesmo o Brasil sendo o País da corrupção, das mentiras e dos mentirosos, devemos acreditar que algo pode ser feito. Que venha um Ano Novo melhor pra todos e que Pinóquio volte a ser apenas uma doce fábula.

LADRÃO É LADRÃO

Mesmo com todo mal causado, principalmente, a paulistas e paulistanos, bem como ao País todo ao seguir a cartilha de antecessores seus que pregavam o "rouba, mas faz", ainda tem gente que considera desumano o deputado Paulo Maluf passar o Natal e o Ano Novo em cana (os primeiros em 87 anos). O cara desviou milhões dos cofres públicos, tirou dinheiro da saúde, da educação, da segurança, etc., durante muitos anos de atividade política e foi um dos grandes responsáveis pelo tsunami de corrupção que, há décadas, vem inundando o País e, mesmo assim, alguns falam em direitos humanos para ele e defendem as festas de fim de ano em família. É por essas e outras que o Brasil continuará a ser um dos paraísos para bandidos e exemplo para quem quer roubar e continuar protegido pelas leis, advogados renomados e influentes e por pessoas "boazinhas". Enquanto isso, as cadeias brasileiras continuam abarrotadas de pobres, negros, analfabetos ou sem mandato.

domingo, 31 de dezembro de 2017

PRA COMEÇAR A SEMANA (O MÊS, O ANO...)

Clichê ou não, FELIZ 2018 a todos!